Síndrome dos Ovários policísticos pode impedir gravidez - Clínica Fares - Clinica Fares

Síndrome dos Ovários policísticos pode impedir gravidez – Clínica Fares

2 17 de dezembro de 2015

Síndrome dos Ovários policísticos pode impedir gravidez

 

Da Redação

 

Hoje venho tocar um assunto bem delicado para as mulheres: a síndrome dos ovários policísticos e a irregularidade menstrual. Delicado porque pode dificultar o sonho de você ser mãe. Os sinais da síndrome são bem evidentes: aumento de pelos em lugares incomuns no corpo, irregularidade menstrual já mencionada e a ausência de ovulação são alguns dos sintomas dos Ovários Policísticos, que ataca cerca de uma em cada cinco mulheres.

 

A síndrome ocorre por conta do aumento do nível de testosterona, que é o hormônio masculino, e boa parte das mulheres que sofrem da doença (muitas sem saber!) tem atrasos ou ausência das menstruações. As mulheres que sofrem com os ovários policísticos ovulam de forma irregular, o que de complicar o futuro de uma gestação. Muitas mulheres descobrem que têm a doença apenas quando tentam engravidar e aí, infelizmente, não conseguem.

 

A síndrome é um distúrbio que se inicia na puberdade e é progressivo, o que causa um desequilíbrio hormonal. Trocando em miúdos: o organismo da mulher passa a produzir os hormônios em maior quantidade, o que aumenta a possibilidade do aparecimento de cistos no ovário.

 

Embora ainda não exista cura para o problema, é possível amenizar os sintomas. O diagnóstico é realizado por meio do relato e histórico clínico da mulher e, no geral, solicitamos alguns exames para complementar a avaliação. O tratamento ideal pode variar de acordo com o quadro clínico de cada paciente.

 

O importante é que você converse com seu ginecologista para que ele possa fazer os exames adequados. Lembre-se: apenas ele pode indicar qual o melhor tratamento para o seu corpo.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE