Queimaduras Solar - Clinica Fares

Queimaduras Solar

23 de dezembro de 2016

A luz  solar é  a  principal  fonte  de energia da Terra  e  indispensável  para  a manutenção  da  vida.  São  inúmeros  os  benefícios  trazidos  pela  luz  solar, entretanto, alguns malefícios podem acontecer se não tomarmos cuidado com a exposição excessiva ao sol. Uma queimadura solar é produzida pela superexposição à radiação ultravioleta . Tipicamente há uma vermelhidão inicial (em 2 a 6 horas), seguida por vários graus de dor (em 6 a 48 horas), ambos proporcionais em severidade à duração e intensidade da exposição. A queimadura continua a se desenvolver por 24 a 72 horas ,ocasionalmente seguida por uma escamação da pele em 3 a 8 dias. Escamação e coceira podem continuar a ocorrer durante várias semanas.

queimadura-solarPessoas ruivas e/ou com sardas geralmente têm um maior risco de sofrer uma queimadura solar do que outras devido ao tom de pele mais claro.

História  de  queimadura  solar  em  qualquer  época  da  vida  está associada a maior ocorrência de Câncer de pele do tipo Melanoma, porém parece ser mais importante quando ocorrida nas primeiras décadas de vida.

A Sociedade Brasileira de Dermatologia recomenda que as seguintes medidas de proteção sejam adotadas:

•Usar chapéus, camisetas e protetores solares;

•Evitar a exposição solar e permanecer na sombra entre 10 e 16h (horário de verão);

•Na  praia  ou  na  piscina,  usar  barracas  feitas  de  algodão  ou  lona,  que absorvem  50%  da  radiação  ultravioleta.  As  barracas de  nylon  formam  uma barreira pouco confiável: 95% dos raios UV ultrapassam o material;

•Usar  filtros  solares  diariamente,  e  não  somente  em  horários  de  lazer  ou diversão.  Utilizar  um  produto  que  proteja  contra  radiação  UVA  e  UVB  e tenha um fator de proteção solar (FPS) 30, no mínimo.  Reaplicar o produto a cada duas horas ou menos, nas atividades de lazer ao ar livre. Ao utilizar o produto  no  dia-a-dia,  aplicar  uma  boa  quantidade  pela  manhã  e  reaplicar antes de sair para o almoço;

•Observar  regularmente  a  própria  pele,  à  procura  de  pintas  ou  manchas suspeitas;pinta

•Consultar  um  dermatologista  uma  vez  ao  ano,  no  mínimo,  para um  exame completo;

•Manter bebês e crianças protegidos do sol. Filtros solares podem ser usados a partir dos seis meses.

Em   caso   de   queimadura   solar   fazer   compressas   frias   e   procurar   um Dermatologista o quanto antes para avaliar o grau de queimadura e prescrever o tratamento adequado.

                                                                                                                                                                                                          Texto por : Dr. Fabricio Freitas – Dermatologista – Fares Osasco – CRM: 122138  fabricio
Posted in dermatologia by Clinicafares | Tags: , , ,
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE