Perda de memória – devo me preocupar? - Clinica Fares

Perda de memória – devo me preocupar?

17 de agosto de 2017

Nos últimos anos, muitos estudos têm sendo realizados para investigar a perda de memória em idosos.

Existe uma atenção especial em uma área específica, ainda nebulosa, que se tenta diferenciar qual é o declínio de memória considerado normal para o envelhecimento e qual já pode ser considerado um processo de demência inicial.

Estudos com idosos (mais de 60 anos) realizados na América do Norte e Europa mostraram que 11 a 17% já possuíam alterações de memória significativas, apesar de ainda estarem sem prejuízos funcionais, ou seja, realizando suas atividades do dia a dia sem grandes dificuldades.

 

A chamada memória episódica (memória de longo prazo para eventos recentes) é geralmente a mais precocemente comprometida em processos de demências iniciais. Nestes pacientes, costuma haver a queixa de não saber onde guarda objetos, esquecer compromissos ou de dar recados, podendo haver inclusive ocasiões potencialmente perigosas, como esquecer o fogão ligado. Os familiares relatam que o paciente fica mais repetitivo, pergunta as mesmas coisas e repete as mesmas histórias.

Outros fatores, como má qualidade do sono, doenças cerebrais, infecções, estresse, ansiedade, depressão, alimentação inadequada e perda de vitaminas também podem causar alterações e declínios de memória.

Desta forma, a avaliação de um profissional adequado é fundamental para investigar pacientes com queixas relacionadas à memória, para que seja feito o diagnóstico correto e, caso necessário, iniciar o tratamento adequado de forma precoce.

 

 

dra

Dra. Hanna N. Ferraz Martins
Neurologista
CRM SP 185.547

Posted in neurologia by Clinicafares | Tags:
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE