Tire todas as dúvidas sobre o câncer de mama

Tire suas dúvidas sobre câncer de mama

5 de outubro de 2017

A doença começa quando uma célula, na grande maioria das vezes, nos ductos mamários ou das glândulas mamárias, que são os “tubos” que carregam o leite até o mamilo e as glândulas que as fabricam, passa a ter um crescimento fora de controle.

Essas células passam também a ter um comportamento invasivo e agressivo. É muito mais frequente nas mulheres, mas também pode ocorrer nos homens. 

Nós sabemos que existe um conjunto de fatores que envolvem uma combinação do próprio organismo da pessoa e o estilo de vida. Ingestão de álcool, sobrepeso, sedentarismo, nuliparidade (mulher que não teve gestação), não a amamentação, uso de contraceptivos orais e a terapia hormonal após a menopausa, são alguns dos fatores de risco que, hoje, a ciência definiu como certos.

Muitos destes fatores de risco são possíveis mudando o estilo de vida. Existem outros que dependem  do próprio organismo, como algumas mutações genéticas, histórico na família de câncer, entre outros.

Idade de maior risco

Existe uma relação direta entre idade e desenvolvimento do câncer de mama.

Quanto maior a idade, mais o risco. Sabemos que boa parte dos casos são diagnosticados em mulheres com mais de 55 anos.

Por causa disso, a partir dos 40 anos, a mulher já deve ter a opção de iniciar o rastreio. Se você tem 45 anos e ainda não fez o rastreio anual, está na hora de começar!

Apesar disso, quanto mais precocemente é feito o diagnóstico do câncer, maiores as chances de erradicar a doença com poucos ou quase nenhum estigma.

Dependendo do tipo e do quanto avançado a doença está, pode ser preciso outras modalidades de tratamento além da cirurgia.

É sempre importante discutir todas as opções de tratamento com o médico, assim como os objetivos do tratamento.

Esportes e a doença

Os estudos mais recentes estão conseguindo criar uma relação muito forte entre o sedentarismo e a obesidade com o desenvolvimento do câncer de mama.

Digamos que você conheça duas irmãs e elas são gêmeas, tudo igual, idênticas. A única diferença é que uma é fisicamente ativa e a outra é sedentária.

A medicina sabe que a irmã sedentária possui risco maior de desenvolver câncer de mama. Os mecanismos biológicos ainda estão sendo estudados, mas o fato é esse: atividade física e perda de peso previnem câncer. 

Cada vez mais sabemos que todo esforço físico é válido para benefício na sua saúde, inclusive na prevenção do câncer de mama, desde que seja regular e sob supervisão.

Cada corpo é diferente do outro e cada pessoa tem uma necessidade e uma forma diferente de funcionar. Não existe uma fórmula mágica, mas na medicina de hoje já é possível, por exemplo, fazer um estudo individual com exames simples e  definir o tipo, a intensidade, e o quanto de atividade física um indivíduo precisa para alcançar um objetivo.

Mulher x câncer de mama

A mulher moderna brasileira é um exemplo de garra, superação e força de vontade para o mundo todo.

É uma mulher forte que precisa de cuidado especial na saúde, e o mais importante, se cuidar.

Mesmo que não sinta nada agora, cuide da sua saúde, vá ao médico regularmente para exames preventivos e faça atividade física regularmente.

O autoexame da mama, por exemplo, é fácil de fazer e pode ajudar no diagnóstico precoce de nódulos suspeitos nas jovens.

Davi Jing Jue Liu

Oncologista

CRM 162.792

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE