Bijuterias: Por que elas dão alergia?

Bijuterias: Por que elas dão alergia?

8 de janeiro de 2018

Brincos, pulseiras e anéis que chamamos bijuterias podem parecer ouro ou prata, mas na realidade são produzidos com uma mistura de metais que chamamos de “liga metálica”.

O principal componente das ligas metálicas é o metal níquel, que está entre os principais causadores de alergias.

Quanto mais “baratinha” a bijuteria, mais níquel entrou na sua composição e quanto maior a quantidade de níquel no brinco, pulseira, qualquer peça de metal, maior a chance de alergia. Difícil encontrar alguém que não tenha algum grau de sensibilidade a esse metal.

Algumas pessoas são tão sensíveis que até o metal dos botões de calças e moedas nos bolsos, podem desencadear alergia.

O ideal para quem já tentou usar bijuteria e apresentou irritação – pele vermelha, inchada, coçando – é optar por peças de aço cirúrgico ou joias de ouro e prata, que tem menor risco de provocar irritações.

Alguns falam em proteger as peças com uma camada de esmalte. Isso não é recomendado, pois esmalte contém corante e tolueno, substâncias que podem irritar.

Nunca tentar usar medicações caseiras, pois a pele já está sensibilizada e pode ficar ainda mais irritada.

No momento da crise, a principal medida é suspender o uso de qualquer bijuteria e procurar o dermatologista para receber a indicação da medicação mais adequada de acordo com a área da pele e a intensidade da alergia.

Dra. Hildanete Soares de Souza
Especialista em Dermatologia  e Membro do Corpo Clínico da Clínica Fares
CRM: 133084

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE