Descubra como evitar a conjuntivite viral

Descubra como evitar a conjuntivite viral

23 de janeiro de 2018

As conjuntivites são inflamações na membrana que reveste a parte interna da parte branca dos olhos e das pálpebras.

A conjuntivite viral é a mais contagiosa e acontece com mais frequência no verão.

Suas principais características é a sensação de areia nos olhos e lacrimejamento, além de bastante secreção e coceira. A sensibilidade a luz também é um fator e vermelhidão na parte branca dos olhos.

A inflamação, normalmente atinge ambos os olhos, por estarem bem próximos um do outro. Dependendo da força da conjuntivite pode haver sequelas.

Os estágios da conjuntivite viral são: de encubação (2 a 3 dias), a doença (entre 10 e 14 dias). E, após esse período, pode persistir um quadro inflamatório de até 30 dias.

Como evitar a conjuntivite?

A transmissão da doença não acontece pelo ar, mas sim, por meio do contato com objetos contaminados e com a secreção.

Sendo assim, é importante realizar a higiene das mãos com mais frequências ao longo do dia.

Além evitar nos olhos, o contato das mãos, pois geralmente são contaminadas com os micro-organismos, entre eles, os vírus.

Não use maquiagens, nem lentes de contatos de outras pessoas nos olhos. E utilize apenas produtos descartáveis para a higienização da área afetada pela doença e lave bem as roupas de cama e toalhas.

Como cuidar do paciente?

Alguns cuidados em relação à exposição solar devem ser tomados. Além do uso de colírio, principalmente os lubrificantes e compressas. Contudo, quem melhor pode ajudar e orientar é o oftalmologista.

Em vista disso, têm outros dois tipos de conjuntivite (bacteriana e alérgica), desta maneira é importante a ida ao consultório médico para recomendações e melhor tratamento.

Dra. Jessica Agena

Especialista em Oftalmologia e Membro do Corpo Clínico da Clínica Fares

CRM 162494

 

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE