Entendendo a doença de Parkinson - Clinica Fares

Entendendo a doença de Parkinson

4 de abril de 2018

Parkinson é uma doença neurodegenerativa que afeta milhares de brasileiros, atingindo todas as classes socioeconômicas, com discreta predominância no sexo masculino.

A incidência aumenta com a idade, sendo mais comum em indivíduos acima de 60 anos.

O diagnóstico é clínico e os sintomas variam de pessoa para pessoa.

A doença é lenta e progressiva. Geralmente, problemas motores como a lentificação de movimentos e os tremores no repouso são percebidos no início do quadro.

Rigidez e desequilíbrios também podem ser observados. A fala vai ficando mais baixa, a face menos expressiva. A letra pode mudar de tamanho e tornar-se pequena.

O paciente começa a não sentir o cheiro dos alimentos e ter alterações nos hábitos intestinais, ficando com o intestino preso. E a depressão acomete muitos pacientes.

Outros sintomas, como tonturas, distúrbios no sono e dificuldades para deglutir são vistos no curso da doença. Nos estágios finais a doença de Parkinson pode levar a demência.

É causada devido a morte de células cerebrais que produzem um neurotransmissor chamado dopamina (substância química que ajuda na transmissão de mensagens entre as células nervosas), que possui como uma de suas funções o controle dos movimentos.

Aproximadamente, 15 e 20% dos pacientes com doença de Parkinson têm parentes que apresentam a doença, sendo assim, o fator genético tem sua importância.

O tratamento da doença de Parkinson é feito através de medicamentos que tentam restaurar o ciclo da dopamina e podem melhorar de forma satisfatória os sinais e sintomas da doença.

Terapias neuropsicológicas associadas a fisioterapia e fonoaudiologia são necessárias para reabilitação do paciente com doença de Parkinson.

O tratamento cirúrgico também pode ser indicado.

Portanto, procure um neurologista se perceberem tremores nas mãos ou lentificação dos movimentos.

A doença de Parkinson não possui cura, porém o tratamento pode melhorar de forma importante a sua qualidade de vida.

Dra. Francine Gomes Barros Mendonça

Membro do Corpo Clínico da Clínica Fares

Graduação em Medicina pela Universidade Federal de Alagoas
Residência Médica em Neurologia pelo Hospital do Servidor Público Estadual (IAMSPE)
Especialização (Fellow) em transtornos de movimentos pelo Hospital do Servidor Público Estadual (IAMSPE)
Membro titular da Sociedade Brasileira de Neurologia

CRM 173194

 

 

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE