Cinco cuidados com a higiene feminina íntima na praia

Cinco cuidados com a higiene feminina íntima na praia

30 de abril de 2018

Em dias de sol e feriado, diversas brasileiras costumam visitar praias e frequentar piscinas, porém não se atentam aos cuidados com a higiene íntima.

Isto porque o calor e o aumento da umidade são facilitadores para a proliferação de agentes microscópicos, como bactérias e fungos, que causam odores e corrimentos.

Agora, você vai conhecer cinco cuidados, essenciais para manter a saúde íntima:

1-   Biquíni molhado – Uma atitude perigosa que pode causar problemas de saúde é ficar com o mesmo biquíni molhado por muito tempo. O ideal é lavar com água corrente e sabão neutro para eliminar os vestígios químicos da água da piscina ou sal do mar, já que é uma peça que está em contato direto com a região da vagina.

 2-   Tempo – o certo é não utilizar o biquíni/ maiô molhado por longos períodos. E nunca reutilizar sem antes lavar e secar bem.

 3-   Areia – Remova toda a areia da praia que ficou presa na roupa de banho/biquíni, porque ela pode irritar a vulva (um dos órgãos genitais externos do aparelho genital feminino), lave e seque bem.

 4-   Banho – Depois do dia de “praia” quando voltar para casa, vale lavar a área íntima com sabonete e água abundante.

 5-   Água – Evitar mergulhar em água suja. Quanto mais poluída a água, mais chances de trazer contaminações.

Em dias de sol há aumento de calor, inclusive na região vaginal. O contato com água salgada/substâncias da água da piscina, por muito tempo, faz com que o ambiente se torne propício à proliferação de fungos, como a candidíase, que é uma infecção vaginal.

Na dúvida consulte seu/sua ginecologista de confiança!

Dra. Caroline Queren Fernandes

Ginecologista e Membro do Corpo Clínico da Clínica Fares

CRM 152049

Posted in ginecologia by Clinicafares | Tags: , , , , ,
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE