Para que serve o teste do pezinho?

Para que serve o teste do pezinho?

6 de junho de 2018

Uma pequena picadinha no calcanhar do seu bebê detecta precocemente diversas doenças que podem prejudicar o seu desenvolvimento. O teste é obrigatório e deve ser realizado após as primeiras 48h de vida.

Como o teste do pezinho é realizado?

O teste é realizado no pezinho, mais especificamente no calcanhar, através de uma picadinha onde é colhido uma amostra de sangue do recém-nascido.

Por que no calcanhar? Porque é uma região com grande fluxo de sangue, com muitos vasos sanguíneos, o que facilita a retirada do sangue.

Normalmente, o resultado do teste pode ficar pronto em até 30 dias, mas tudo depende do laboratório em que foi realizado.

Qual a importância do teste do pezinho?

O teste do pezinho é um exame obrigatório e gratuito, realizado no hospital ou maternidade; serve para detectar doenças infecciosas, metabólicas, genéticas e/ou congênitas nos bebês. Com isso, é capaz de ajudar na prevenção e evolução de doenças.

Quais doenças que podem ser diagnosticadas?

O teste do pezinho, como já mencionado, identifica algumas doenças no recém-nascido. Na versão básica do teste, que é gratuito, podem se detectar:

Fenilcetonúria – doença causada por aminoácido fenilalanina no metabolismo; este acúmulo no organismo pode causar deficiência mental.

Hipotireoidismo – doença que compromete o desenvolvimento físico e mental; isto acontece devido a insuficiência do hormônio da tireoide.

Hemoglobinopatias – são doenças que atingem o sangue causando alterações da hemoglobina (substância do sangue) dificultando a circulação e pode afetar todos os órgãos. Causa, por exemplo, anemia e atraso no crescimento.

Vale lembrar que o teste do pezinho ampliado não é feito pelo Sistema Único de Saúde – SUS.

Pode-se encontrá-lo em planos de saúde e seu preço varia de acordo com a quantidade de doenças a serem detectadas.

Quando o teste deve ser feito?

O teste deve ser realizado após as primeiras 48 horas e até o 5º dia de vida do bebê.

Este tempo serve para que o funcionamento do organismo da criança se defina e seja possível detectar doenças.

E os bebês pré-maturo?

Os pequenos que nascem antes das 37 semanas de gestação, os pré-maturo, podem fazer o teste do pezinho, porém, geralmente, precisam realizar mais de uma coleta após 120 dias de vida ou se caso tenha recebido transfusão de sangue, deve refazer o exame após 120 dias também.

O bebê vai chorar?

O exame quase não causa dor, mas como o bebê ainda está começando a ter sensações diferentes das que tinha dentro do útero da mãe, ele irá chorar.

Uma dica bacana, é no momento do teste, deixar o bebê encostado no peito, como um “canguru”, bem próximo da mãe, isso pode aliviar a dor.

Na dúvida procure por seu pediatra de confiança!

Dra. Maria Aparecida Monteiro Sato

Pediatra e Membro do Corpo Clínico da Clínica Fares

CRM 45054

Posted in pediatria by Clinicafares | Tags: , , , ,
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE