- Clinica Fares Ortopedia: busca pela prevenção e longevidade

Ortopedia: busca pela prevenção e longevidade

19 de setembro de 2018

Nos dias atuais, fala-se muito de longevidade, de alcançar um tempo maior para viver feliz com quem ama e fazer atividades que se gosta. Para que isso seja possível, é preciso falar sobre prevenção ortopédica.

Envelhecer é um fator biológico e com o tempo isso acontece com todos. Por volta dos 50 anos, esses sinais começam a ser mais evidentes: os passos se tornando mais lentos, articulações mais rígidas e a coluna se curva para frente.

Com isso, um exemplo do valor da prevenção ortopédica se dá ao falarmos da osteoporose. Este problema pode ser tratado ou evitado; sendo uma doença progressiva e silenciosa que com o tempo deixa os ossos mais fracos e causa fraturas, podendo ser letal.

É interessante que as pessoas se atentem a prevenção da osteoporose e como? Por meio de atividade física diária e uma dieta saudável e balanceada.

Além disso, é importante que todo paciente com mais de 45 anos inicie a prevenção mais profunda da osteoporose com realização de densiometria óssea e exames de sangue, inclusive porque a osteoporose não apresenta sintomas, apenas se percebe a doença quando surge a fratura.

Boa parte das doenças pode ser prevenida se tratadas em sua fase inicial, outro exemplo, é a dor lombar, uma das queixas mais freqüentes nos consultórios.

A prevenção ortopédica se inicia ainda na infância. Quando a criança pequena é avaliada por um ortopedista, é possível que o médico acompanhe se há alguma má formação e se seu crescimento está correto, somente assim, qualquer problema dessa fase poderá ser tratado.

Depois, é importante na fase adulta, se preocupar com os detalhes e sinais para que qualquer doença seja tratada em fase inicial, para que assim, tenha-se uma velhice mais sadia ou quando surgir doenças recorrentes da idade, possa receber o melhor tratamento para doenças do aparelho locomotor.

Levar uma vida saudável, com alimentação rica em frutas, verduras e legumes, praticar atividade com assistência médica e educador físico, e ter acompanhamentos regulares com profissionais da saúde aumentam as chances de se aproveitar melhor à longevidade.

Qualquer dúvida ou sinais de doenças ortopédicas procure um ortopedista, profissional que melhor poderá lhe orientar.

Dr. Fernando Gritsch Sanchis

Ortopedista e Membro do Corpo Clínico da Clínica Fares

CRM 190169

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE