dermatologia - Clinica Fares

A importância da hidratação da pele

26 de maio de 2017

Uma boa hidratação auxilia na manutenção do viço e da beleza da pele, além de manter a integridade da camada de proteção cutânea e evitar problemas como descamação, ressecamento, envelhecimento precoce, irritações e infecções. Assim, diariamente, é preciso usar hidratantes adequados a cada tipo de pele e específicos para o rosto e o corpo. É bom lembrar que as peles oleosas também precisam de hidratação. Nesse caso, recomenda-se usar um produto oil-free, que é à base de água e não aumentará a oleosidade da pele. Uma boa hidratação deve ser feita por dentro e por fora. Por isso, além do uso de produtos específicos, recomenda-se a ingestão diária de, no mínimo, dois litros de água. Veja outras medidas que ajudam a manter a pele bem hidratada: 1) Evitar exposição excessiva ao sol; 2) Manter uma dieta rica em frutas e verduras, que contenha muitas fibras; 3) Evitar o uso excessivo de sabonetes, buchas, banhos muito quentes e prolongados, principalmente no inverno; 4)Evitar realizar esfoliações excessivas na pele. Aqui na Clínica trabalhamos com SkinBooster, técnica em que injetamos uma substância em alguns pontos da face, colo e pescoço, para aumentar a hidratação profunda da pele. Texto por : Dr. Fabricio Freitas – Dermatologista – Clinica Fares (Osasco)   CRM-SP: 122.138

23 de dezembro de 2016

A luz  solar é  a  principal  fonte  de energia da Terra  e  indispensável  para  a manutenção  da  vida.  São  inúmeros  os  benefícios  trazidos  pela  luz  solar, entretanto, alguns malefícios podem acontecer se não tomarmos cuidado com a exposição excessiva ao sol. Uma queimadura solar é produzida pela superexposição à radiação ultravioleta . Tipicamente há uma vermelhidão inicial (em 2 a 6 horas), seguida por vários graus de dor (em 6 a 48 horas), ambos proporcionais em severidade à duração e intensidade da exposiç

Posted in dermatologia by Clinicafares | Tags: , , ,
29 de novembro de 2016

shutterstock_518862205Nós sabemos que ter espinha é chato, ainda mais quando surgi aquela espinha monstruosa no meio do rosto na semana que você tem aquela festa super importante, mas se você “cutucar” pode ser pior! A marca dela pode ficar ainda por muito tempo! Sim, infelizmente, além de prejudicar seu visual, de doer, as espinhas ainda podem deixar manchas duradouras. A acne (espinhas) é uma inflamação na pele e como toda inflamação deixa manchas. Essas manchas geralmente somem com o passar do tempo, mas dependendo da profundid ade da inflamação, do tamanho da espinha, se você cutucou ou tomou sol aumenta a chance dessas marquinhas não saírem. A melhor maneira de evitar é tratar a acne desde as fases iniciais, quando ainda são pontinhos pretos. Se você já está sofrendo drahilda_dermatocom as espinhas, tem de iniciar o tratamento o mais rápido possível, pois há chance de evitar as manchas nesse momento. Mas se a acne já deixou manchas na sua pele, não há maquiagem que esconda, o jeito é tratar. Pee

Posted in dermatologia by Clinicafares
1 de fevereiro de 2016

3 erros bem comuns cometidos pelas mulheres quando o assunto é beleza   Algumas pessoas, na hora de aplicar os produtos de beleza, fazem uma confusão danada. Não lavar o rosto à noite, usar diversos produtos ao mesmo tempo para amenizar manchas e abusar de banhos muito longos são erros bem comuns cometidos pelas mulheres.   Confira nossas três dicas básicas:   1– Esquecer de lavar o rosto ao fim do dia Chegar cansada após um dia de trabalho é a principal desculpa que elas usam para não lavar o rosto. Uma pele maquiada e exposta à poluição e sujeira por, seguramente, mais de 8 horas: imaginou o quanto ela pede para ser limpada corretamente? Tudo isso contribui para a obstrução dos poros, o que pode causar a acne e até mesmo manchas na pele. Lave o rosto toda à noite antes de ir dormir.   2 – Muitos produtos para amenizar as manchas Um pesadelo de muitas mulheres são manchas na pele. Na urgência de evitar o problema, algumas acabam exagerando ao aplicar muitos produtos na área repetidas vezes, o que vai é trazer as manchas. Cremes que amenizam ou removem manchas costumam ter em sua composição ácidos que, se usados em demasia, podem gerar de queimaduras a descamação da pele. Por isso, antes de aplicar qualquer produto na pele, é importante ficar atenta para as instru

5 de janeiro de 2016

Da Redação   Que o cigarro do dia a dia tem um custo grande para nossa saúde, nós já sabemos. O que talvez você desconheça é o quanto ele é prejudicial para sua pele. Sim, é um veneno que, dia após dia, vai deixar sua pele do rosto com um aspecto velho e ressecado. Eu não iria querer manter o hábito do cigarro e esperar que, em curto prazo, minha pele fique danificada.   Essa pele ressecada e velha vai surgir porque fumar diminui a oxigenação da sua pele. A pele grossa e amarela que pode aparecer em você é resultado da nicotina, apenas uma das 4.700 substâncias nocivas encontradas no cigarro. As substâncias presentes no cigarro liberam os chamados radicais livres, que são responsáveis pelo envelhecimento de nossas células.   Consegue imaginar os malefícios para a pele com todas essas substâncias sendo transmitidas para seu corpo? São muitos! Nem vou citar os problemas respiratórios e cardíacos que fumar trará para sua saúde. Outra coisa é que o cigarro causa a perda do colágeno, um dos principais responsáveis pela elasticidade de nossa pele.   E tenho falado aqui em pele, e o seu rosto será o local onde todas essas transformações serão mais visíveis. Então, pense muito antes de acender o próximo cigarro, está certo?   Uma dica legal para dar mais saúde à pele é beber sempre bastante água. A falta de ingestão

Posted in dermatologia, dicas by Larissa Garcia | Tags: , , , , ,
29 de setembro de 2015

Uma das grandes queixas nos consultórios dermatológicos é a temida queda de cabelos. As causas para o problema são bastante variáveis e uma correta avaliação clínica se faz necessária a fim de que se consiga reverter o problema. A queda de 100 a 120 fios por dia é considerada natural, uma renovação dos cabelos que estão em crescimento. Entretanto isso pode se agravar com perda de volume e até mesmo áreas de falha total no couro cabeludo. Dentre as causas mais comuns de queda dos cabelos, temos o eflúvio telógeno, a alopecia areata e a calvície. Cada um com suas próprias características clínicas e respectivos tratamentos. O eflúvio telógeno consiste no aumento da perda de fios maduros, frequentemente observada durante o banho ou após escovação. Na maioria das vezes se associa ao estresse emocional, porém algumas doenças e tratamentos capilares como escova progressiva e alisamentos, também podem levar a este tipo de problema. Exames laboratoriais auxiliam o dermatologista no diagnóstico e o tratamento é feito com associações de vitaminas capazes de fortalecer os fios e estimular o crescimento dos mesmos. A alopecia areata se caracteriza pela ausência total de fios no couro cabeludo, popularmente conhecida como “pelada” e tipicamente descoberta nos salões de beleza no momento do corte. Sua causa não está totalmente esclarecida, mas acredita

Posted in dermatologia, dicas by Larissa Garcia
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE