endocrinologia - Clinica Fares

Mitos e Verdades sobre emagrecimento

16 de outubro de 2017

Quando decide emagrecer, você entra naquelas dietas da moda? Já seguiu dicas de como cortar o jantar, beber chá verde ou água com limão em jejum, mas sem saber se funcionam? Então, aqui estão cinco mitos e verdades sobre emagrecimento que podem te ajudar a descobrir se está no caminho certo.

  1. Não jantar ou fazer jejum ajuda a emagrecer?

Não. Porque pular refeições faz com que o organismo crie um sistema de defesa para os momentos de stress. Quando muito tempo em jejum o organismo passa a guardar energia na forma de gordura para que quando houver outro período de jejum prolongado ele tenha reservas, além de que no jejum o metabolismo diminui fazendo o corpo gastar menos energia.

  1. Está certo substituir refeições por shakes e/ou suplementos?

Não. Shakes e suplementos são acrescidos de conservantes, corantes e aromatizantes para melhorar o gosto e aumentar o prazo de validade. Em geral, são consumidos sem qualquer indicação ou acompanhamento nutricional. Além disso, os alimentos têm outra ligação com o ser humano, o aspecto emocional.

  1. Tomar chá verde ou água com limão em jejum ajuda a emagrecer?

Para se obtiver os benefícios dessa erva deve-se consumir no mínimo quatro xícaras de chá po

23 de agosto de 2017

A tiroide é uma glândula que fica localizada na região anterior do pescoço e produz dois hormônios: a triodotironina (T3) e a tiroxina (T4). Esses hormônios são importantes para todas as fases da vida humana, desde a formação e desenvolvimento dos órgãos até o crescimento, reprodução e fertilidade na vida adulta. São eles os responsáveis pela influência dos batimentos cardíacos, do raciocínio e do funcionamento do intestino. Uma das principais doenças associadas à tiroide são os nódulos (benignos ou malignos), que atingem entre 50% a 60% da população. Os nódulos normalmente são benignos (cerca de 85% a 90%), já os malignos estão na ligados ao histórico familiar de câncer de tiroide, história de radiação na região cervical, presença de adenomegalias (ínguas) na região do pescoço, rouquidão e crescimento rápido do nódulo. Caso o nódulo tenha raiz cancerígena, é preciso descobrir qual é seu tipo: Papilífero:  é mais comum, atinge 80% dos casos de nódulos. Normalmente, cresce devagar e na maioria das vezes se espalha para os gânglios do pescoço. Folicular: pode espalhar para os ossos ou pulmões e é o segundo mais encontrado, além de estar envolvido entre 10 e 15% dos casos de nódulos. Medular: não é tão comum, está apenas em 5% dos casos e quando não se espalha para

Posted in endocrinologia by Clinicafares | Tags:
28 de outubro de 2016

Será que você está com Diabetes? Preste atenção nos sintomas:

1. Urinar excessivamente; 2. Sede excessiva; 3. Aumento do apetite; 4. Perda de peso em pessoas obesas; 5. Alterações visuais como por ex: visão embaçada; 6. Cansaço; 7. Feridas que demoram a cicatrizar; 8. Infecções frequentes, sendo as mais comuns as infecções de pele e nas unhas;

Se você estiver sentindo mais de um deste sintomas, procure ajuda de um médico  Endocrinologista.

 

Posted in clínica geral, endocrinologia by Clinicafares
15 de abril de 2016

Já tentou alcançar o Peso Certo e não conseguiu? Pensando em várias pessoas que sofrem com o mesmo problema. A Clínica Fares criou uma Websérie que acompanhará o emagrecimento do Roger, que já tentou de tudo para perder os quilos adquiridos em muitos anos de má alimentação e sedentarismo. pesocerto Na Clínica Fares, o Roger vai aprender a maneira correta e completa de emagrecimento com saúde.  Neste primeiro episódio, você vai  conhecer um pouco sobre o Roger e descobrir os principais motivos que fizeram ele ficar acima do peso. Se você se identificar, não se preocupe! Acompanhe a saga de emagrecimento do Roger e aprenda a maneira correta de emagrecer com saúde. Assista o primeiro episódio no nosso canal do youtube (click aqui)         

11 de fevereiro de 2016

Vamos aos fatos: aproximadamente 250 milhões de pessoas no mundo tem sobrepeso ou obesidade, sendo que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), quase todos os países sofrem dessa epidemia, inclusive o Brasil.   A principal causa da obesidade costuma ser o desequilíbrio entre o consumo de alimentos e o gasto de calorias. Ah, mas é só uns quilinhos a mais, não é nada disso! Errado!  Um biscoito ali, um salgadinho de pacote acolá, um refrigerante aqui, uma comida de fast-food, tudo isso contribuiu e muito para essa epidemia de obesos e obesas. obesidade Os alimentos industrializados tão presentes em nosso dia a dia podem se transformar numa bomba e comprometer nossa saúde. A doença ainda aumenta o risco de incidência de alguns tipos de câncer como o de mama, intestino, estômago e próstata.   Se nos adultos é um problemão, quem dirá a obesidade nas crianças. Além de o excesso de peso interferir na qualidade de vida delas por meio de doenças articulares, também podem surgir ainda transtornos alimentares como bulimia e anorexia. &n

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE