fonoaudiologia - Clinica Fares

Quem canta precisa cuidar da voz

8 de outubro de 2018

Para quem gosta de cantar e muitas vezes já tem uma “voz bonita e bem afinada” não sabe que é preciso de cuidados especiais para mantê-la saudável. Portanto, profissionais da música, como os cantores e preparadores vocais devem se preocupar com a saúde vocal, principalmente com os hábitos que podem ser maléficos para a voz. A voz falada é diferente da cantada por isso para “não machucar” as cordas vocais é preciso se atentar a algumas técnicas e ajustes conforme a música cantada. Sendo assim, é importante trabalhar a respiração costo-diafragmática (respiração mais ampla e profunda), cuidar da alimentação e se atentar na realização dos exercícios vocais. Na alimentação, vale valorizar uma alimentação mais saudável, com menos gordura, sem álcool e cigarro além de beber bastante água, que são duas ações aliadas para o cuidado com a voz de quem canta. Evitar o grito e estar atento a frequência da voz é importante. O papel do fonoaudiólogo Este profissional auxilia quem canta com exercícios específicos para a voz, explorando suas possibilidades, a freqüência mais confortável, melhor forma de trabalhar a articulação entre outros aspectos. Na dúvida, consulte um fonoaudiólogo, ele poderá te orientar e i

Posted in fonoaudiologia by Clinicafares | Tags: , , , , ,
17 de setembro de 2018

Ler e escrever faz parte da comunicação na vida de qualquer pessoa que vive em sociedade. É por isso que nas escolas a leitura e a escrita são a base dos estudos. Em fase de alfabetização, a criança aprende a ler e depois escrever, para que assim melhor possa se comunicar. Quando a criança, na escola, tem dificuldade para aprender a linguagem escrita, há chances de ela ter Distúrbio de Leitura Oral e Escrita.    

O que é o Distúrbio de Leitura Oral e Escrita?

Este distúrbio acontece quando é diagnosticado alguma deficiência na decodificação fonológica em relação a compreensão da linguagem escrita e oral, ou seja, é a dificuldade no entendimento da linguagem escrita. Em algumas situações pode se apresentar uma ou outra dificuldade.

Sinais do distúrbio

Os sintomas do distúrbio de leitura oral e escrita se dão mais evidentes ainda na pré-escola, onde a criança tem um dos primeiros contatos com a escrita. Alguns de seus sinais podem ser:

  • Torna-se mais “tímido” quando o assunto envolve ler e escrever;
  • Desinteresse pelas atividades que envolvem escrita e leitura;
  • Dificuldade de compreensão de falas;
  • Relação difícil com a escrita;
  • D

28 de agosto de 2018

Sabe a mania que o Cebolinha tem de trocar o R pelo L? Algumas crianças quando estão aprendendo a falar, podem ter este distúrbio chamado: dislalia. Este distúrbio é caracterizado pela dificuldade ao falar alguns sons por erros na pronúncia ou erro ao articular palavras. Há algumas causas para este distúrbio, como:

  • Lesão cerebral, que impede a fala correta
  • Alterações na estrutura da boca ou língua que dificultam a articulação da fala
  • Fala na percepção dos sons
  • Má postura da musculatura oral
  • Falha no desenvolvimento da criança
  • Erro na programação motora do som
  • Entre outros

Diagnóstico e tratamento

Para identificar a dislalia é importante a ida ao fonoaudiólogo, o qual realizará uma avaliação sobre o desenvolvimento de linguagem e de fala. Este profissional avaliará qual a origem do problema e entender se existe alguma alteração na fala, cérebro ou audição da criança. Caso seja necessário, serão realizados pedidos de exames e encaminhamentos para outros profissionais, como o otorrinolaringologista, com a finalidade de auxiliar no diagnóstico. Após a completa avaliação se inicia o processo terapêutico que é montado de acordo com as dificuldades indiv

Posted in fonoaudiologia by Clinicafares | Tags: , , , , ,
13 de agosto de 2018

Durante os dias de frio, algumas pessoas, podem ficar roucas. Isso acontece porque o frio contrai os vasos sanguíneos, deixando a laringe e as cordas vocais mais “apertadas”. Sendo assim, aqui vão algumas dicas para evitar que problemas como este possam te preocupar:

1 – Beba muita água

Porque a água ajuda a hidratar as estruturas responsáveis pela produção da voz e ajuda a evitar o desgaste das pregas vocais. Além disso, é uma das responsáveis para garantir o bom funcionamento das funções básica do nosso organismo. Além de beber água faça inalação com soro fisiológico para hidratar as pregar vocais.

2 – Tom natural

Fale sempre em um tom suave, não fale alto nem baixo demais, fale em seu tom mais natural e confortável, assim é possível evitar que machuque a garganta e cause futuros problemas com as cordas vocais.

3 – Se agasalhe bem

Para manter a saúde do corpo e evitar as doenças de inverno, sempre se atente a temperatura corporal. Nos dias de frio, se agasalhe bem, sem sufocar, pode-se usar touca, cachecol, luva etc.

4 – Evite bebidas quentes

Chás, cafés, achocolatados e to

Posted in fonoaudiologia by Clinicafares
23 de julho de 2018

A fonoaudiologia e a odontologia caminham juntas e são importantes para os cuidados dos dentes, da musculatura orofacial e da linguagem verbal. Isso acontece porque trabalham na busca pelo reestabelecimento das funções da mastigação, deglutição, respiração e fala. Com isso, a fonoaudiologia se envolve com técnicas que ajudam o trabalho com aparelhos odontológico – fixo ou móveis, avaliando a postura correta da língua e sua interferência na oclusão adequada dos dentes.

Posição dos dentes

Dentre as especialidades possíveis que são necessárias para tratamento odontológico, a fonoaudiologia surge com o papel fundamental das melhorias nas funções reparadoras e estéticas. Um exemplo é a dificuldade para a respiração bucal causando dificuldade para funções exercidas pelas bochechas e lábios. Outro exemplo envolve a deglutição. No caso da saliva, deglutimos por volta de uma vez a cada três minutos durante a noite. Se a língua estiver em má posição poderá causar a mordida aberta (os dentes superiores não tocam os dentes inferiores).

Qual o tratamento ideal?

A fonoaudiologia tem o papel de tornar o tratamento odontológico mais eficaz e

10 de julho de 2018

Tontura e perda de equilíbrio, seguidas de náuseas podem ser sinais de VPPB (Vertigem Posiciona Paroxística Benigna).

O que é VPPB?

A Vertigem Posicional Paroxística Benigna é uma vertigem, tontura rotatória onde a pessoa sente como se ela ou o ambiente estivesse girando, desencadeada por uma mudança na posição da cabeça (como, por exemplo: rolar na cama, levantar rápido, inclinar o corpo, levantar e abaixar a cabeça, girar rapidamente a cabeça etc), acompanhada de náuseas e/ou vômitos com duração de segundos cada episódio. Tecnicamente é uma alteração do equilíbrio, um distúrbio decorrente de problema no ouvido interno que, geralmente, se desenvolve quando cristais de carbono de cálcio (fragmentos de otólitos) se deslocam do utrículo para os canais semicirculares do labirinto.

Suas causas

Dentre outras, podemos citar:

  • Envelhecimento
  • Traumas e pancadas na cabeça
  • Infecções do ouvido
  • Repouso prolongado na cama
  • Sedentarismo
  • Distúrbios metabólicos
  • Distúrbios vasculares
  • Disfunção hormonal
  • Pós-cirurgias
  • Maus hábitos alimentares
  • Entre outros

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico é feito por meio de manobras específicas, que o

Posted in fonoaudiologia by Clinicafares | Tags: , ,
30 de maio de 2018

autismo (Transtorno do Espectro Autista – TEA) o Autismo é uma disfunção neurológica de base orgânica, que afeta a sociabilidade, a linguagem, a capacidade lúdica e a comunicação. Geralmente, surge na primeira infância, a partir dos 3 anos, mas nem sempre é identificada. O desenvolvimento da fala, nessas crianças, é lento e anormal, senão ausente, caracterizando-se pela repetição daquilo que é dito por terceiros ou pela substituição das palavras por sons mecânicos.

Posted in fonoaudiologia by Clinicafares | Tags: , ,
14 de maio de 2018

Processamento Auditivo Central  (PAC)

É a capacidade do sistema nervoso central em utilizar a informação auditiva, isto é, a interpretação e compreensão que o cérebro faz do som ouvido. No distúrbio de PAC, geralmente, os limiares audiométricos encontram-se dentro dos níveis da normalidade, portanto, é diferente de surdez.

Sintomas

  • Dificuldade para entender a fala em ambientes ruidosos;
  • Dificuldade em manter a atenção;
  • Dificuldade em localizar a fonte sonora;
  • Dificuldade em perceber a diferença entre palavras parecidas;
  • Quando “ouve”, mas têm dificuldade de entender e interpretar a mensagem;
  • Dificuldade em aprender músicas;
  • Dificuldade de aprendizagem na leitura e escrita;
  • Necessidade de ser chamado várias vezes (parece não escutar);
  • Dificuldade em entender expressões com duplo sentido ou piada;
  • Pede para repetir o que foi dito (“ah” ou ” o quê”)
  • Dispersão / distração;
  • Dificuldade em dar um recado ou contar um história;
  • Problemas de memória para nomes, datas e números;
  • Dificuldade de comunicação (trocas na fala ou escrita);
  • Agitação ou inquietação;
  • Dificuldade para realizar uma sequência de tarefas que lhe foi solicitada.

Causas

Posted in fonoaudiologia by Clinicafares | Tags: , , , ,
16 de abril de 2018

Hoje (16), no Dia Mundial da Voz, selecionei algumas dicas básicas para o cuidado com a voz. Inclusive são dicas interessantes para os profissionais que trabalham com ela: professores, radialistas, operadores de telemarketing etc.

1 – Evite café em excesso

Bebidas que contenham cafeína, como o café e refrigerante podem prejudicar a digestão, a “queimação” pode chegar às cordas vocais e lesioná-las.

2 – Beba bastante água

Para qualidade da saúde vocal e hidratação das cordas vocais a água é essencial. Tanto que é um dos nutrientes mais importantes para nosso organismo.

3 – Evite o cigarro

Os cigarros e drogas irritam as cordas vocais e podem causar rouquidão e outras lesões, além de outras doenças.

4 – Coma maçã!

A maçã limpa a voz. Diminui a saliva e ajuda na articulação das palavras.

5 – Manere no ar-condicionado

Fuja o quanto puder do ar-condicionado. Independente de ser calor ou frio, o aparelho tira a umidade do ar e prejudica a fala e respiração.

6 – Tom normal

Nada de gritos ou sussurros, manter a voz sempre no tom natural, sem esforços para falar. Ao falar em público, use microfone. Na dúvida procure o profissional que cuida da voz: o fonoaudiológo, é quem melhor poderá lhe ajudar e orientar.

Posted in fonoaudiologia by Clinicafares | Tags: , , ,
4 de abril de 2018

Parkinson é uma doença neurodegenerativa que afeta milhares de brasileiros, atingindo todas as classes socioeconômicas, com discreta predominância no sexo masculino. A incidência aumenta com a idade, sendo mais comum em indivíduos acima de 60 anos. O diagnóstico é clínico e os sintomas variam de pessoa para pessoa. A doença é lenta e progressiva. Geralmente, problemas motores como a lentificação de movimentos e os tremores no repouso são percebidos no início do quadro. Rigidez e desequilíbrios também podem ser observados. A fala vai ficando mais baixa, a face menos expressiva. A letra pode mudar de tamanho e tornar-se pequena. O paciente começa a não sentir o cheiro dos alimentos e ter alterações nos hábitos intestinais, ficando com o intestino preso. E a depressão acomete muitos pacientes. Outros sintomas, como tonturas, distúrbios no sono e dificuldades para deglutir são vistos no curso da doença. Nos estágios finais a doença de Parkinson pode levar a demência. É causada devido a morte de células cerebrais que produzem um neurotransmissor chamado dopamina (substância química que ajuda na transmissão de mensagens entre as células nervosas), que possui como uma de suas funções o controle dos movimentos. Aproximadamente, 15 e 20% dos pacientes com doença de Parkinson têm parentes que aprese

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE