gastroenterologia - Clinica Fares

O que é intolerância a lactose?

24 de novembro de 2017

Inchaço e dores abdominais, diarreia e gases são alguns dos sintomas da intolerância à lactose, que é a incapacidade do organismo de digerir açúcar presente no leite de mamíferos, a lactose. Segundo a Federação Brasileira de Gastroenterologia, mais de 40% da população brasileira tem algum tipo de intolerância aos produtos lácteos. Veja algumas características desta intolerância:

Tipos de intolerância a lactose

• Intolerância à lactose primária se desenvolve à medida que a pessoa envelhece. É comum em pessoas de idade mais avançada. • Intolerância à lactose secundária, consequência de alguma doença ou lesão na mucosa do intestino, gerando a incapacidade temporária de ingerir lactose. • Intolerância à lactose congênita, quando o bebê já nasce com deficiência à lactose.

Sintomas

Os sintomas se acumulam no sistema digestivo e melhoram com a parada de consumo de produtos lácteos. Surgem minutos ou horas depois da ingestão de leito ou seus derivados. Um dos sintomas mais frequentes é a diarreia. Isto ocorre porque como o organismo não produz ou produz pouca quantidade da enzima digestiva, a lactase, ocorre uma mistura de subprodutos que são fermentados por bactérias que fabricam, por exemplo, ácido lático e gases, provocando retenção de água e o surgimento de có

Posted in gastroenterologia by Clinicafares | Tags: , ,
21 de agosto de 2017

As úlceras pépticas são “feridas” que se abrem na parede do estômago ou duodeno. O duodeno é a primeira porção do intestino fino (delgado). As úlceras do estômago são também chamadas de gástricas e as do duodeno de duodenais. Elas se formam devido a um desequilíbrio entre os fatores agressores, predominantes, e os fatores de defesa. CAUSAS: As principais causas são: a bactéria chamada de Helicobacter pylori e o uso de anti-inflamatórios como Aspirina, Diclofenaco, Ibuprofeno etc. Esses agentes provocam uma diminuição dos fatores de proteção da mucosa facilitando os danos causados pelo ácido gástrico e os sucos digestivos. Estima-se que cerca de 70% das úlceras gástricas e 90% das úlceras duodenais sejam causadas pelo H. pylori, o que mostra a importância da detecção dessa bactéria. Outras doenças que aumentam a produção do ácido gástrico também podem causar úlceras, como por exemplo a Doença de Zollinger-Ellison, mas trata-se de uma condição rara. úlcerasSINTOMAS: Os principais sintomas das úlceras pépticas são dores na parte superior do abdome (“boca do estomago”), queimação, náuseas, v

Posted in gastroenterologia by Clinicafares | Tags:
26 de maio de 2017

Untitled-2Quem já não sentiu uma queimação na região do estômago? Ou teve a desagradável sensação de sentir o ácido ou restos alimentares subirem até a garganta? Estes são os principais sintomas da doença do refluxo gastroesofágico (DRGE). Na realidade todos nós apresentamos de forma normal episódios de refluxo durante o dia, principalmente após as refeições. Quando esses episódios se tornam muito frequentes, mais duradouros e os sintomas aparecem de forma recorrente estamos diante de um processo patológico (anormal) que é a DRGE. A DRGE é uma doença crônica, muito prevalente e uma das principais causas de consultas médicas no nosso meio. Consiste no retorno do ácido e/ou conteúdo do estômago de forma ascendente para o esôfago e/ou outros órgãos adjacentes.  Como a mucosa do esôfago não é resistente ao ácido clorídrico produzido no estômago, ela acaba sendo “agredida” provocando alguns danos como a esofagite de refluxo. Trata-se de um processo inflamatório que leva ao sintoma de queimação. Além da queimação o outro sintoma típico da DRGE é a regurgitação, que consiste no retorno do ácido e/ou restos alimentares até a boca. Outros sintomas conhecidos como

Posted in gastroenterologia by Clinicafares | Tags: ,
20 de dezembro de 2016

O ser humano sempre teve curiosidade e interesse em conhecer o interior do seu corpo…O classico Filme “Viagem Fantástica”

retrata bem essa curiosidade, no qual um submarino é miniaturizado para realizar uma viagem pelo organismo. Com a medicina não

é diferente e na década de 60 iniciou-se o desenvolvimento dos primeiros protótipos de aparelhos para realização da endoscopia.

O exame de endoscopia digestiva alta tem a finalidade de avaliar a mucosa do Esôfago, Estômago e Duodeno (Porção inicial do Intestino Delgado)

com o intuito de se investigar a presença de Esofagites, Gastrites, Úlceras, Pólipos, Tumores, etc.

O exame é indolor, realizado através de um aparelho flexível que apresenta uma câmera em sua extremidade permitindo

a visualização da mucosa, em tempo real e sshutterstock_359031647endo possível a documentação fotográfica das alterações encontradas.

Ainda hj nos deparamos com pacientes aflitos e assutados antes da realização do exame, devido a comentários

de pessoas que realizaram o exame num passado mais distante. Atualmente o exame é indolor e realizado após uma

sedaç

18 de dezembro de 2015

Da Redação   Costumamos cultivar alguns hábitos alimentares ao longo da vida. Quem nunca tomou líquido durante as refeições? Ou que ingeriu a comida quente? Ou adora beber bastante café e acha que isso pode ser a causa para os seus problemas digestivos? Hoje venho esclarecer algumas dúvidas como essas que são bem comuns entre as pessoas.   Algo que você precisa saber: ingerir líquido durante as refeições vai atrapalhar, sim, sua digestão. Eu explico: quando ingerimos grandes quantidades de água ou mesmo refrigerante durante as refeições, ocorre diluição das substâncias responsáveis pela digestão, o que prejudicará o processo de digestão e absorção de vários nutrientes dos alimentos que você ingere. Líquido em excesso pode distender o estômago, provocar refluxo e, pela diluição das enzimas digestivas, pode afetar a absorção dos alimentos. Nada de exageros.   Outra dúvida é em relação ao café. Tomar algumas xícaras ao dia pode nos trazer problemas digestivos mais para frente? Não há evidência sobre isto, mas, em grandes quantidades pode, sim, trazer prejuízos à saúde e um desses problemas seria a gastrite. Em relação à gastrite, pode causar devido principalmente à cafeína, um item dentre outros mil elementos encontrados no café que podem causar agressão à mucosa do estômago e levar à gastrite. O recomendado se

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE