ortopedia - Clinica Fares

Manguito rotador e suas lesões

3 de janeiro de 2018

O manguito rotador é um termo anatômico aplicado ao conjunto de músculos e tendões que auxiliam nos movimentos rotacionais do ombro e na estabilização da articulação glenoumeral. Ele conecta a escápula com a cabeça umeral, mantendo a cabeça do úmero dentro da cavidade glenoideo. O manguito rotador é formado por quatro músculos e seus respectivos tendões: o supraespinhal, o infraespinhal, o subescapular e o redondo menor. A patologia mais comum do manguito é a tendinite, ou seja, inflamações dos tendões, podendo ser ocasionada por ações do dia a dia, como, por exemplo: dormir em postura ruim, levantar constantemente cargas leves e pesadas, movimentos repetitivos, dentre outros. Estas lesões não tratadas podem ter evolução progressiva, culminado em rupturas parciais e totais, como as lesões traumáticas. O diagnóstico preciso depende de uma boa propedêutica ortopédica, com base nos exames de imagem, tais como radiografia do ombro, ultrassonografia e ressonância nuclear magnética (essas que avaliam o tipo de lesão e sua extensão). As dores no ombro são problemas recorrentes em nossa população e em, muitas vezes, podem culminar numa inca

Posted in ortopedia by Clinicafares | Tags: , , ,
19 de setembro de 2017

A gonartrose ou artrose de joelho, popularmente conhecida como desgaste do joelho é uma doença crônica e degenerativa que leva a destruição da cartilagem do joelho de forma progressiva causando deformidades. É uma doença causada por vários fatores acometendo com mais frequência mulheres acima de 50 anos. As causas da artrose de joelho são: a idade avançada, uso inadequado do joelho (atividade física incorreta, subir e descer escadas excessivamente), reumatismo, obesidade, gosta ou após fraturas. Os sintomas são: dor no joelho acometido, rigidez, perda de movimento, falseios, inchaço e dificuldade para andar. O diagnóstico deve ser feito o mais precoce possível através do exame clínico ortopédico e radiografia. O tratamento da gonartrose deve ser iniciado o quanto antes pelo seu ortopedista sendo baseado no grau de acometimento. Giuliano Mestriner Barbosa Ortopedia e traumatologia CRM 149.233

Posted in ortopedia by Clinicafares | Tags: , ,
28 de julho de 2017

A condromalácia patelar (CP) é definida como o amolecimento da cartilagem da patela (rótula) e conhecida popularmente como “dor anterior de joelho”. A patela é um osso que se localiza na parte anterior do joelho, que geralmente tem um formato triangular, sendo estabilizado por tendões, ligamentos e músculo. Com uma incidência de 40% na população mundial, a condromalácia patelar apresenta a prevalência em mulheres jovens. Este fato ocorre devido ao eixo quadril e joelho, que no caso das mulheres possuem uma base mais alargada do quadril proporcionado um joelho em “x” ou “joelho para dentro” Os principais sintomas são: dor, dor durante atividade física, estalidos na articulação (crepitação), inchaço abaixo da patela (edema). Outro ponto importante a se destacar é que a CP pode ocorrer em diferentes graus, sendo grau 1 (amolecimento da cartilagem) até graus mais avançados, onde ocorre uma fissura da cartilagem. Ela se dá por inúmeros motivos, mas o mais comum é o aumento da pressão na cartilagem da patela, durante a prática esportiva, criando uma fricção local, promovendo assim o desgaste desta cartilagem. A condromalácia patelar é comumente encontrada em pacientes que permanecem sentados por longos períodos, subir e descer escadas, praticantes de caminhadas, corridas e musculação. O diagnóstico da CP pode ser realizado através de

18 de janeiro de 2016

Por Redação   Não é incomum ouvirmos nos consultórios: “Tenho dor nas costas porque tenho lordose”. Ou mesmo cifose ou escoliose. Você sabe a diferença entre os três? Se perguntarmos se você já teve em algum momento algum tipo de dor nas costas, certamente você sofre ou sofreu com algum dessas condições. Todas são tipos de curvas da coluna vertebral que, dependendo de algumas condições, podem atrapalhar nosso dia a dia. A lordose é presente na coluna cervical e na coluna lombar e a cifose é presente na coluna torácica. A escoliose é um desvio da coluna vertebral para a esquerda ou direita, o que resulta num formato de “S” ou “C”. Aí entra uma diferença: enquanto a escoliose é avaliada como uma doença, a cifose e a lordose são desvios posturais considerados “normais” até determinados graus que, quando ultrapassados, são consideradas desvios. Vamos explicar mais detalhadamente. A lordose é uma curvatura normal e saudável da coluna. A coluna vertebral é formada de pequenos ossos, chamados vértebras e, quando observada de lado, possui dois tipos de curvaturas naturais: a cifose e a lordose. Essas curvaturas funcionam como molas que ajudam na absorção de impacto durante os movimentos naturais do corpo como caminhar ou pular, por exemplo. Tudo vai virar um problema de saúde quando essas curvaturas estão muito acentuadas. Aí elas são c

4 de novembro de 2015

Mudar alguns hábitos pode ajudar a acabar com as dores na lombar Da Redação Dores nas costas não é algo nada agradável. Atrapalhar nosso dia a dia, no trabalho, na rotina com a família, atrapalha até mesmo a nossa forma de comunicar. A questão é que essas dores, no geral, podem ser causadas por hábitos errados que cultivamos na vida como uma vida sedentária, estar acima do peso ou ainda ter o velho hábito do cigarro. Mas as dores nas costas podem ser sintomas de doenças mais sérias como depressão, fibromialgia, câncer, artrite ou hérnia de disco, por exemplo. É importante procurar um médico especialista em ortopedia se você sofre de dores na lombar há muito tempo, ok? As mulheres costumam sofrer um pouco mais do que os homens com as dores nas costas. Aquelas mulheres com seios muito grandes devem ficar de olho porque o peso da mama faz a coluna se curvar para frente e pode piorar o problema. É bom procurar um médico para saber se uma cirurgia de redução das mamas pode ajudar. Outro vilão da coluna é a bolsa pesada que levamos no nosso dia a dia. Carregá-las erradamente como costumamos fazer, em apenas um ombro, faz com que nossa coluna fique sobrecarrega, o que desequilibra a musculatura, facilita as contraturas e o desgaste das estruturas, podendo causar o aparecimento de hérnias de disco. A postura inadequada na frente do computa

Posted in ortopedia by Larissa Garcia
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE