pediatria - Clinica Fares

Bronquiolite, saiba o que é

7 de setembro de 2017

A bronquiolite viral é uma doença que vem atingindo cada vez mais crianças de até dois anos. Ela é uma inflamação dos menores tubos que, dentro dos pulmões, levam o ar aos alvéolos, onde ocorre a troca de oxigênio por gás carbônico. Transmitida pelo ar, por meio do Vírus Sincicial Respiratório (VSR), seu maior índice ocorre em épocas de baixa temperatura, nas estações de outono e inverno. Isso acontece porque nessa época é normal ficarmos mais aglomerados em ambiente fechado, sem circulação de ar, gerando maior proliferação das bactérias. Para um adulto o VSR nada mais é do que um resfriado, mas no organismo de bebês e crianças, esse vírus ocasiona insuficiência respiratória, ou seja, dificuldade para respirar. Com o aumento de casos de bebês e crianças infectados pelo vírus, os responsáveis devem redobrar os cuidados, pois a contaminação acontece, principalmente, por beijo e toque com as mãos. Também é possível contrair por meio de objetos compartilhados, como utensílios de cozinha, toalhas ou brinquedos. O VSR é um dos principais responsáveis pelas infecções respiratórias em crianças menores de dois anos, sendo o causador de até 75% dos casos de bronquiolites.  Não existe um tratamento específico para a doença, cada caso deve ser analisado pelo pediatra e ele  indicará

Posted in pediatria by Clinicafares | Tags:
25 de agosto de 2017

As consultas de rotina são sempre muito importantes, principalmente, nos primeiros dois anos de vida, por inúmeras razões. Dentre os motivos, está o desenvolvimento infantil. Se algo não estiver indo bem no seu crescimento, quanto antes iniciados os estímulos, melhor resposta e desempenho terá a criança. E ninguém melhor do que o pediatra para orientar e tirar dúvidas do que é esperado ou não para cada faixa etária. Até porque, às vezes, crianças demoram a realizar algum aprendizado, somente por falta de estímulo. Como, por exemplo, aquelas crianças que ficam muito tempo em carrinho ou andador – vão demorar mais para andar; as que ficam com chupeta o dia todo, as que os pais não cantam, não conversam e apontam tudo com o dedo e recebem sem pedir – irão demorar mais para falar. Desta forma, uma orientação, os pais não devem realizar as atividades quando as crianças já são capazes de fazê-las. Sinais de alerta em crianças menores de dois anos Para tirar suas dúvidas, converse com seu pediatra e veja na lista abaixo alguns sinais nas crianças com até dois anos merecedores de atenção: 2 meses – não segu

Posted in pediatria by Clinicafares | Tags:
9 de agosto de 2017

São aquelas manchas que nascemos com elas. São usualmente identificadas no período neonatal quando ainda somos bebê, sendo a mancha mongólica uma das mais frequentes. Ela resulta aparentemente de uma falha durante a formação da pele. A sua incidência em recém-nascidos varia dependendo da cor da pele, sendo mais frequente em negros, asiáticos e hispânicos. A região mais comum de ocorrência é a sacrococcígea, seguida pelas áreas glútea e lombar. No caso de lesões extensas, os flancos, ombros e os membros inferiores podem ser acometidos. A lesão é caracterizada por uma mancha de coloração azul acinzentada, geralmente de formato oval ou arredondado, medindo cerca de 10 centímetros. Esta mancha é uma alteração bem conhecida e benigna, não causando maior preocupação do ponto de vista clínico e desaparecendo até a idade adulta. A importância do reconhecimento dessa lesão está na orientação adequada a ser feita aos pais das crianças. Eles muitas vezes ficam apreensivos por esperarem que seus filhos não apresentem nenhuma imperfeição ao nascimento.     Dr. Fabricio Freitas Medico: Dr. Fabrício Freitas

Posted in dermatologia, pediatria by Clinicafares | Tags:
25 de julho de 2017

O ferro desempenha um papel muito importante: é o responsável pelo transporte do oxigênio para as células e também contribui para a formação normal dos glóbulos vermelhos e da hemoglobina, que ajudam a levar o oxigênio necessário às células do  bebê. Uma deficiência em ferro provoca cansaço, anemia, diminuição da atividade intelectual e maior suscetibilidade a infeções. Mulheres que ingerem quantidades adequadas de ferro ao longo da gravidez têm um risco menor de dar à luz a bebês com baixo peso ou prematuros, além de apresentarem taxas menores de mortalidade por hemorragia pós parto. Muitas mulheres começam a gestação já com níveis baixos de ferro no organismo e acabam não conseguindo elevar essa quantidade para suprir as necessidades do corpo somente com a comida. Diante disso, a partir dos três meses de gravidez, é recomendando a suplementação de entre 30 mg a 60 mg de ferro por dia. A menos que se tenha ou venha a ter anemia, essa quantia é geralmente suficiente. O problema dos suplementos de ferro é que eles podem irritar seu trato intestinal, provocando prisão de ventre, um sintoma comum em gestantes. Outros efeitos colaterais são náuseas e, em alguns casos, mas raramente, a  diarreia. Se você sentir esses incômodos, converse com seu médico ginecologista para dis

1 de fevereiro de 2017

shutterstock_567899167Que tal aprender uma receita diferente e super saudável de papinha de brócolis e abobrinha para inovar o cardápio do seu filho(a)? O brócolis é rico em minerais, como o cálcio, potássio, ferro, zinco e sódio e composto por diversas vitaminas, como A, C, B1, B2, B6, K, bem como fibra alimentar. Já a abobrinha é fonte de vitaminas do complexo B e vitamina A. Potássio, fósforo, cálcio, sódio e magnésio. Vamos aprender a receita?   Papinha de  Brócolis e Abobrinha  Ingredientes: shutterstock_568014991250 g de brócolis 250 g de abobrinha 2 colheres de azeite de oliva 500g de legumes e verduras diversos para o caldo ½ cebola pequena Água filtrada.   Modo de Preparo: Em uma panela doure a cebola com uma colher de azeite de oliva, acrescente os legumes e verduras do caldo e a água. Tampe a panela e deixe os legumes e verduras cozinhar por 2 horas ou até formar um caldo. Quando o caldo estiver pronto, retire os legumes e use apena

Posted in nutrição, pediatria by Clinicafares | Tags: ,
4 de janeiro de 2017

É muito gostoso quando começamos a ouvir nossos filhos a falar, expressar suas vontades e sentimento, mas e quando essa

fala está fora do padrão esperado?

Uma fala ininteligível, enrolada, com trocas de letras? O que está acontecendo?

Durante o processo de aquisição de linguagem podem acontecer desvios fonético, fonológicos ou ambos, que interferem e muito

na inteligibilidade da fala da criança, necessitando de acompanhamento fonoaudiológico.

Para a criança falar corretamente, ela precisa ter todo o sistema muscular e estrutural da face, adequados e bem desenvolvidos.

A mordida tem de estar correta, o frênulo da língua, “freio” popularmente dito, deve estar no local correto, a musculatura não pode estar nem muito

rígida e nem muito flácida, a respiração deve estar adequada, a audição deve estar normal, a musculatura tem que apresentar boa precisão e coordenação

dentre outros fatores, para termos uma boa capacidbebenotelefoneade de articular os sons da nossa da nossa língua sem distorção.

Se notamos algumas dessas alterações a fala pode se apresentar com ceceio – onde temos a prolongação do som do “s

Posted in pediatria by Clinicafares | Tags: , ,

21 de dezembro de 2016

Os brinquedos podem trazer diversão e aprendizados para as crianças, mas você sabia que é importante tomar muito cuidado nas escolhas destes objetos?

Alguns brinquedos podem causar acidentes graves, que podem gerar sequelas para toda a vida ou até mesmo levar a óbito. Por isso, o aconselhável é comprar

brinquedos seguros para cada faixa etária das crianças. Veja algumas dicas que separamos para comprar e presentear com brinquedos:

– Preste atenção às etiquetas que  ficam nas cashutterstock_332375264ixas dos brinquedos. Todos devem apresentar obrigatoriamente, selo do Inmetro, que significa que o produto seguem as normas de  segurança;

– Oriente-se pelas informações que contém a etiqueta quanto a idade para a qual está aconselhado o uso do brinquedo, principalmente para menores de 3 anos de idade;

– Se você comprar bonecas, bonecos ou bichinhos de pelúcia, comprove que os olhos, as orelhas, etc. estão bem seguros;

– Evite brinquedos que tenham bordas afiadas, cortantes, ou pontas ou peças pequenas. Elas podem causar- engasgos. O brinquedo deve ser suficientemente grande para que não possa ser engolido;

– Tenha cuidado com

Posted in pediatria by Clinicafares

12 de dezembro de 2016

Todos nós sabemos que os adolescentes não devem consumir bebidas alcoólicas, certo? Mas, você sabe o motivo disso?

Se você acha que é apenas por ser menor de idade e ainda não responder pelos seus próprios atos, está bem enganado(a)!

Existe motivos muito mais sérios relacionados a saúde física, mental, social e emocional do adolescente que impendem essa prática.

shutterstock_319199939O adolescente não deve ingerir bebidas alcoólicas porque seu sistema nervoso central ainda está em desenvolvimento, sua vias neurais

são mais vulneráveis do que a de um adulto e, sendo assim, o uso de álcool pode prejudicar várias funções durante esse processo.

Portanto, o uso de álcool na adolescência pode trazer alterações e problemas como dificuldade de aprendizagem, problemas de memórias, dependência entre outros. Quanto mais cedo o adolescente começar a beber, maior o risco de surgirem conseqüências graves.

   

2 de dezembro de 2016

Qual será a hora certa de seu bebê começar a falar? Antes de responder essa pergunta, vamos pensar um pouco sobre o que é fala.

criancaadultoA fala é uma forma de linguagem expressiva, sendo apenas uma parte do desenvolvimento da linguagem oral do bebê, o qual se inicia muito antes das primeiras palavrinhas.

Por volta do 6º mês de gestação o sistema auditivo do bebê se forma e ele é capaz de ouvir a voz de sua mãe, de seu pais, músicas, assim como ruídos internos do corpo materno. Ao nascer, ele é capaz de reconhecer essas vozes, a entonação e a melodia de seu idioma. Portanto, a linguagem já começa intra útero (dentro do útero)!!

Nos primeiros meses de vida o bebê vai refinando sua capacidade de comunicação. Podemos dividir então em duas grandes fases: a pré linguística e a linguística.

Na fase pré linguística o bebê começa a diferenciar seu choro, que no início é igual para tudo, para um choro diferente para cada necessidade ou sentimento, como fome, sono, dor, frio….

Aos 4 meses inicia-se a vocalização – o balbucio, as trocas de olhares e os sorrisos. Esse é o 1º indício de comunicação com o adulto!

Entr

Posted in pediatria by Clinicafares

9 de novembro de 2016

Muitas mamães tem duvidas quando o assunto é o sono do bebê, não é mesmo? Você já deve ter ouvido ou já ter pensando em algumas dessas perguntas: “Será que o meu filho(a) está dormindo o suficiente?”, ” Acordar tantas vezes a noite é normal?”, ” Dormir tantas horas por dia é mesmo correto?”. Calma mamãe! Nós vamos te ajudar a acabar com essas “minhocas”em sua cabeça. Cada bebê é de um jeito e alguns chegam a dormir até duas horas a mais ou a menos que os outros. Por isso, não se preocupe se o filho(a) da sua amiga, colega, vizinha ou prima está dormindo uma noite inteira e o seu bebê ainda nem chegou perto disto. Para ter uma ideia geral, veja  a tabelinha abaixo com números de quantas horas de sono em média bebês e crianças pequenas precisam dormir em cada idade.

Idade Durante a noite Durante o dia Total

1 mês

Posted in pediatria, sem categoria by Clinicafares | Tags: , ,
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE