pneumologia - Clinica Fares

Tempo seco: cuidados especiais com as crianças

9 de agosto de 2018

No inverno, a baixa umidade do ar pode trazer riscos à saúde das crianças. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, alguns cuidados devem ser tomados quando a umidade relativa do ar atinge 30%. Inclusive, porque este tempo seco pode gerar doenças respiratórias ou agravar doenças que já existem. Com isso, se tivermos alguns cuidados, é possível evitar esse tipo de problema nos pequenos. Selecionei alguns cuidados para cuidar do seu filho no tempo seco: 1 –Dê bastante água para a criança. A água é uma substância essencial para o organismo e bom funcionamento do corpo humano desde a infância, pois é indispensável para a hidratação e evitar problemas respiratórios. Segundo o site Bebê Abril, é indicado:

  • Crianças de 6 a 12 meses: em média 800 ml a 1 litro de água por dia;
  • Crianças de 1 a 3 anos: em média 1,3 litros;
  • Crianças de 4 aos 8 anos: em média 1,7 litros.

Para as crianças maiores, pode ser interessante deixar uma garrafinha na mochila, para beber água sempre que estiver com sede. 2 – Durante o tempo seco, a pele da criança também pode ficar ressecad

Posted in pediatria, pneumologia by Clinicafares | Tags: , , , , , , ,
22 de junho de 2018

Chiado no peito e tosse são sintomas frequentes em quem tem asma; doença muito comum no período do inverno, onde o tempo é mais frio e seco.

A asma é uma doença muito frequente, sendo estimada em aproximadamente 235 milhões de pessoas no mundo.

Esta doença decorre da inflamação das pequenas vias aéreas (brônquios e bronquíolos – pequenos condutos responsáveis por levar ar para dentro do pulmão), promovendo assim aumento da secreção pulmonar e estreitamento destes condutos durante as crises.

Deste modo, uma vez que a passagem do ar se reduz durante as crises de asma, o doente tende a apresentar sintomas como tosse persistente, dificuldade para respirar, cansaço para realizar as atividades habituais, chiado no peito, e sensação de aperto ou opressão no peito.

Em geral, a asma se desenvolve na infância mas mesmo quem não apresentou a doença na infância, eventualmente, pode vir a desenvolvê-la depois de adulto.

Pessoas com história prévia de alergia (conjuntivites alérgicas,

Posted in pneumologia by Clinicafares | Tags: , ,
31 de maio de 2018

Você sabia que o tabagismo é uma doença que está no código internacional de doenças e, portanto, tem tratamento?

Segundo a Organização Mundial da Saúde – OMS, o tabagismo é uma das principais causas de mortes evitáveis no mundo.

Estima-se que, aproximadamente, 4,9 milhões de pessoas (mais de dez mil por dia) perdem a vida todos os anos devido ao tabagismo. Isso porque o cigarro tem cerca de 4.720 substâncias tóxicas, sendo, quase 70 comprovadamente cancerígenas.

Independente do tipo de fumo (cigarro, charuto, narguilé, cachimbo), o dano pode ser causado mesmo quando não se traga a fumaça.

Isso acontece porque a fumaça é tóxica não só para os pulmões, podendo causar irritação de toda a via aérea superior (nariz, faringe e laringe), bem como o calor causado pelo fumo pode promover alterações nas mucosas da boca e nariz e predispor a situações, como doenças respiratórias – tais como enfisema pulmonar, câncer de pulmão, bronquite crônica e rinite- câncer de boca e laringe ou indiretamente aumentar o risco para infarto e derrame cerebral.

Posted in pneumologia by Clinicafares | Tags: , , ,
18 de setembro de 2017

A tosse é um processo natural do aparelho respiratório que acontece após um processo irritativo ou serve para ajudar a saída de secreções ou corpos estranhos. Há diversas causas que podem gerar a tosse e uma das principais é o fumo, pois pode aumentar o volume de muco criado pelos brônquios e estreita as vias aéreas, fazendo com que as pessoas tenham dificuldades para fazer tarefas simples do dia a dia, como subir escadas. A tosse pode ser o primeiro sintoma da sinusite, principalmente, se surgir pior à noite. Aparece também na síndrome do gotejamento pós-nasal que surge quando há um excesso de muco nos fundos da garganta e dá a sensação de gotejamento e o problema pode levar a tosse crônica (quando precisa de orientação médica e dura mais e oito semanas). Pode aparecer a tosse no refluxo gastroesofágico, doença digestiva que aparece quando os ácidos que estão no estômago voltam pelo esôfago ao invés de seguir o fluxo normal da digestão. Também nas infecções respiratórias que podem ser causadas por fungos, bactérias ou vírus, gerando doenças como faringite. Estas são algumas doenças que tem como sintomas a tosse, por isso é interessante, sempre consultar um médico, pneumologista, antes de tomar um xarope pensando que é gripe.

Posted in pneumologia by Clinicafares | Tags: ,
4 de julho de 2017

Tanto a gripe como o resfriado são infecções causadas por vírus. No inverno a menor umidade relativa do ar e o clima seco favorecem para maior transmissão, já que as pessoas tendem a permanecer em ambientes fechados ou com pouca circulação de ar aumentando assim a concentração de vírus. No caso do resfriado, o vírus é o Rinovírus, que se manifesta com sintomas mais brandos como coriza, congestão nasal, espirros ou tosse, lacrimejamento dos olhos e febre baixa. Já na gripe é causado pelo vírus Influenza, apresentando entre os sintomas: febre alta, calafrios, dor de cabeça, coriza, fraqueza e dor muscular. Existem duas formas de transmissão: Direta: Quando há o contato com gotículas contaminadas que são expelidas quando a pessoa espirra, tosse (sendo que o vírus Influenza, da gripe, pode ser transmitido a outras pessoas até um metro e meio de distância). Indireta: Quando há contato com objetos ou superfícies contaminadas com vírus (o vírus Influenza pode sobreviver de 24 a 48 horas nesses locais) e em seguida trazemos a mão aos olhos, boca ou nariz. Também vale lembrar, que o vírus Influenza pode demorar de 1 a 4 dias até a sua manifestação, sendo que uma única pessoa infectada pode transmitir a gripe para um grande número de pessoas suscetíveis. A melhor ma

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE