Arquivos bactérias - Clinica Fares

Bactéria do estômago pode causar câncer

20 de dezembro de 2017

A bactéria que acomete o estômago é chamada de Helicobacter pylori (HP) e é considerada a infecção crônica mais prevalente no mundo. Uma parcela relevante da população nem sabe que está infectada por essa bactéria; provavelmente isso acontece devido ao seu fácil contágio e poucos sintomas iniciais. Ela promove uma sequência de alterações no estômago que pode levar ao câncer, porém apenas uma parcela pequena dos pacientes infectados pelo HP desenvolverá a doença, o que nos faz concluir que a bactéria é apenas um dos fatores causais do câncer, não o único. A progressão para o câncer de estômago (gástrico) normalmente segue uma cascata de acontecimentos que ocorrem em um longo prazo. A gastrite crônica, úlceras gástricas, de duodeno e o linfoma gástrico também têm suas causas diretamente relacionadas à infecção pelo HP. Sua forma de contágio mais comum é através de água ou alimentos contaminados. Em nosso meio a  contaminação decorre mais frequentemente na infância e é maior em áreas com piores condições de saneamento básico. O diagnóstico do HP pode ser feito através de exames não endoscópicos ou exames endoscópicos. Os exames  endoscópicos são mais utilizados, uma vez que, além de promover biópsias para a detecção da bactéria, também permitem a visualiz

Posted in gastroenterologia by Clinicafares | Tags: , , ,
3 de agosto de 2017

Os dentistas e os cardiologistas concordam que existe uma ligação muito forte com a saúde dentária e a saúde do coração. Recentemente, mais de 120 estudos médicos mostraram que a presença de bactérias específicas e suas combinações nos espaços entre os dentes e as gengivas pode explicar a aparente relação entre doença periodontal e síndrome coronariana aguda (SCA). O estudo também destacou que a doença das gengivas é, por si só, um fator de risco para a doença arterial coronariana. Dados de um estudo com mais de 50 mil pessoas apontaram que pessoas com menos dentes e mais doenças da gengiva apresentaram maior risco de AVC. Outros estudos indicam ligação direta entre as artérias entupidas nas pernas e a doença das gengivas. Essa ligação pode ser explicada de duas maneiras: a primeira, é que as bactérias presentes na gengiva são capazes de liberar toxinas enviadas diretamente para a corrente sanguínea e contribuem para a formação de placas de gorduras nas artérias.Esse entupimento pode levar o paciente a ter problemas sérios, tais como os coágulos, responsáveis por possíveis bloqueios do fluxo sanguíneo. A segunda é que essas bactérias estimulam o fígado a produzir altos níveis de proteínas ocasionando a inflamação de vasos sanguíneos. Essa inflamação possivelmente pode levar

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE