Arquivos burnout - Clinica Fares

Síndrome de burnout: esgotamento no trabalho pode ser uma doença

17 de novembro de 2017

Dezenas de e-mails para responder, mensagem do chefe no final de semana e cliente reclamando. Estas e outras situações da rotina de trabalho levam funcionários a terem a síndrome de burnout. O estado de esgotamento físico e emocional é como que se toda a reserva de energia tivesse chegado ao fim, após um longo período em que a pessoa, acorda, dorme e respira trabalho. As cobranças em excesso, acúmulo de tarefas e foco exclusivo pelo emprego fazem com que profissionais que lidam diretamente com pessoas, não administrem seu tempo, se dediquem totalmente ao trabalho e adoeçam. Uma pesquisa da filiada nacional da International Stress Management Association (Isma) apontou que no Brasil, 30% dos profissionais sofrem com essa doença. Isso inclui, principalmente, professores, enfermeiras, policiais, recursos humanos, jornalistas, agentes penitenciários bombeiros e assistentes sociais. A principal característica de quem apresenta a síndrome de burnout é a tensão emocional e o estresse crônico, provocado pela condição física, emocional e psicológica do empregado que carrega dezenas de mal-estares, como problemas de relacionamentos com clientes, chefes e colegas. Alguns sinais da síndrome, que podem não ser percebidos facilmente são dores de cabeça frequentes, dores musculares, isolamento, demora em realizar tarefas, che

Posted in psiquiatria by Clinicafares | Tags: , , ,
2 de fevereiro de 2017

Você se sente exausto fisicamente, emocionalmente ou mentalmente? Esses sintomas podem surgir devido o acúmulo de estresse no trabalho e acabar se tornando a síndrome de Burnout, ou síndrome do esgotamento profissional. Pessoas que estão sofrendo com Burnout também podem apresentar dores de cabeça, palpitações, tonturas, problemas de sono, dores musculares e até resfriados, por exemplo. Profissionais que trabalham nas áreas de educação, enfermeiros, assistentes sociais, agentes penitenciários, bombeiros, policiais, médicos e mulheres que enfrentam dupla jornada correm risco maior de desenvolver esse problema. Alguns dos sinais e sintomas que ajudam a identificar se está sofrendo com este problema incluem:

  1. Sentir que nada vai dar certo;
  2. Cansaço físico e mental constante e excessivo;cansacofisicoemental
  3. Falta de vontade para fazer atividades sociais ou estar com outras pessoas;
  4. Dificuldade para se concentrar no trabalho ou tarefas diárias;
  5. Falta de energia para manter hábitos saudáveis, como ir na academia ou ter um sono regular;
  6. Sentimento de que não s

Posted in neurologia, psiquiatria by Clinicafares | Tags: ,
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE