Arquivos câncer de mama - Clinica Fares

Câncer de mama: prevenção é o melhor caminho

4 de outubro de 2018

Na década de 90 surgiu o movimento Outubro Rosa, voltado para prevenção do câncer de mama. Segundo o INCA – Instituto Nacional de Câncer essa doença atingirá no Brasil aproximadamente 59.700 pessoas em 2018. Por isto, a prevenção com visitas periódicas ao médico e realização de exames, como a mamografia, permitem melhores tratamentos e chances de cura.

O que é o câncer de mama?

O câncer de mama, segundo a Sociedade Brasileira de Mastologia, é um tumor maligno que cresce a partir de células da mama. Ele surge devido uma multiplicação das células anormais no tecido mamário onde se forma o tumor. No começo ele é imperceptível, depois cresce fora de controle.

Câncer de mama é de família?

Em algumas vezes (5 a 10%) os casos de câncer de mama são hereditários. Os outros 90% não têm origem familiar e acontece devido a alterações nos genes, por isso a importância da rotina ginecológica.

Existem fatores de risco?

Alguns grupos trazem como base fatores de riscos, como:

5 de fevereiro de 2018

O câncer de mama tem uma incidência de quase 60.000 casos por ano no Brasil, e apesar de ser mais prevalente após os 40 anos de idade, pode acometer também mulheres mais jovens. Por este motivo, o autoexame das mamas é muito importante, não só para a mulher conhecer o seu corpo, como também para identificar alguns sinais de alerta e procurar rapidamente um mastologista, quando necessário. Os principais sinais estão resumidos na imagem abaixo:                                                                                                                                                       O autoexame deve ser realizado uma vez ao mês. Quando a mulher ainda menstrua, de preferência realizar uma semana após o primeiro dia da menstruação, da seguinte maneira:

5 de outubro de 2017

A doença começa quando uma célula, na grande maioria das vezes, nos ductos mamários ou das glândulas mamárias, que são os “tubos” que carregam o leite até o mamilo e as glândulas que as fabricam, passa a ter um crescimento fora de controle. Essas células passam também a ter um comportamento invasivo e agressivo. É muito mais frequente nas mulheres, mas também pode ocorrer nos homens.  Nós sabemos que existe um conjunto de fatores que envolvem uma combinação do próprio organismo da pessoa e o estilo de vida. Ingestão de álcool, sobrepeso, sedentarismo, nuliparidade (mulher que não teve gestação), não a amamentação, uso de contraceptivos orais e a terapia hormonal após a menopausa, são alguns dos fatores de risco que, hoje, a ciência definiu como certos. Muitos destes fatores de risco são possíveis mudando o estilo de vida. Existem outros que dependem  do próprio organismo, como algumas mutações genéticas, histórico na família de câncer, entre outros.

Idade de maior risco

Existe uma relação direta entre idade e desenvolvimento do câncer de mama. Quanto maior a idade, mais o risco. Sabemos que boa parte dos casos são diagnosticados em mulheres com mais de 55 anos. Por causa disso, a partir dos 40 anos, a mulher já deve ter a opção de iniciar o rastreio. Se você tem 45 ano

Posted in ginecologia by Clinicafares | Tags: , , , ,
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE