Arquivos comida - Clinica Fares

7º mandamento da boa alimentação infantil: organizar número e tempo para as refeições

22 de fevereiro de 2018

Na sequência da lista dos mandamentos da boa alimentação infantil, vamos a mais uma dica!

7º mandamento – Organizar número e tempo para as refeições

Principalmente em situações em que a crianças “não comem”, qualquer oportunidade vira uma tentativa de fazer a criança comer e as ofertas ficam desorganizadas, menos saudáveis e, muitas vezes, excessivas. O que fazer: desde sempre, estabeleça 3 grandes refeições, ou seja, café da manhã, almoço e jantar e 2 lanches (um no meio da manhã e um no meia da tarde). Algumas crianças mantém o hábito de tomar leite antes de dormir e desde que haja escovação correta dos dentes antes de dormir e que essas mamadas não se repitam pela madrugada, esse leite noturno pode ser oferecido sem problemas. Não oferte alimentos entres esses horários estabelecidos. Isso evita que a criança crie o hábito de comer fora de hora de beliscar o tempo todo e de comer sempre que ligar a televisão. Você pode acompanhar as demais dicas clicando nos links abaixo: 1º mandamento da boa alimentação infantil

Posted in pediatria by Clinicafares | Tags: , , , ,
18 de janeiro de 2018

Dando continuidade aos 10 mandamentos, vamos seguir com a segunda dica para a alimentação infantil ser saudável e sem stress.

2º Não recorrer a distrações

A ansiedade pelo “prato vazio a qualquer custo” leva os pais a apelaram para várias distrações, jogos, celulares, vídeos, telas que ajudam a distrair a criança enquanto sua refeição é “empurrada” muitas vezes em quantidade e qualidade diferentes de suas necessidades. Este é o início do Mindless Eating ou seja, comer sem atenção, fortemente associado à obesidade. Quem não presta atenção ao que come, come mais, não sente sabor e odor; e prejudica a sensação de saciedade. Hoje, o Mindless Eating vem sendo combatido pela tendência “Mindfull” que prega atenção plena às nossas atitudes, incluindo ao comer, ou seja, “Mindfull eating”. É na infância que esse problema deve ser prevenido com uma atitude: desligar as telas durante as refeições.

O que fazer?

Deixe que o bebê interaja com o próprio alimento enquanto come. Podem ser usados pedaços de alimentos inteiros ou amassados para que o bebê sinta textura, odor e sabor ou use uma colher para que ele mexa na comida livremente. A bagunça com a comida é inevitá

11 de janeiro de 2018

Algumas das queixas mais frequentes nos consultórios são do tipo: “meu filho não come”, “só gosta de guloseimas”, “meu filho está muito magro”, “meu filho está acima do peso, mas nem come tanto assim”. Enfim, os hábitos alimentares são tão importantes que merecem papel de destaque e dicas para família fazer da refeição um momento de prazer e de saúde:

1º mandamento

O objetivo não é o prato vazio, mas a relação com a comida!

Quando o objetivo é ver o prato vazio, ou seja, fazer a criança aceitar tudo o que está sendo oferecido, “vale tudo” para que a criança coma: distração, trocas, barganhas, ameaças etc. Mas esse caminho não respeita os sinais da criança e impede que ela desenvolva suas próprias impressões sobre o alimento. Quando a criança tem sua fome e sua saciedade respeitadas, quando tem a oportunidade de aprender a comer sozinha e de experimentar novos alimentos, quando a criança não é forçada a comer e aprende a comer quando está com fome e não comer quando está satisfeita é possível estabelecer uma relação mais prazerosa e consciente. Aceite que o prato nem sempre estará vazio, e isso é respeito, não tem nada a ver com desempenho materno ou falta de cuidado. Outro erro é confundir a curiosidade do bebê com vontade

26 de dezembro de 2017

A Ceia de Natal é um dos momentos mais aguardados do ano. A tia leva o peru, um traz o doce, outro a maionese, enfim, tem comida para noite toda e ainda sobra para o almoço do dia seguinte. Abaixo você vai poder acompanhar três receitas fáceis e rápidas que dá para preparar com as sobras da ceia e não desperdiçar a comida feita com tanto carinho.    

Salpicão com sobras do peru

Ingredientes

  • 5 xícaras (chá) de peru assado e desfiado
  • 3 batatas médias cozidas e picadas
  • 1 cebola média picada
  • Cubos de queijo branco
  • ½ xícara (chá) de azeitona preta picada
  • ½ xícara (chá) de ervilhas
  • ½ xícara (chá) de salsinha picada
  • ½ xícara (chá) de requeijão light
  • 1/2 xícara(s) (chá) de uva passa
  • 2 xícara(s) (chá) de batata palha
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto

Instruções

Misture bem em uma tigela o peru, a batata, a cebola, o queijo, a azeitona, a salsinha, o requeijão light, o sal e a pimenta-do-reino. Deixe no refrigerador até o momento de servir.

Bombom de morango ou uvas

Ingredientes

  • 100 g de morangos
  • 1 lata de leite condensado
  • 20

Posted in nutrição by Clinicafares | Tags: , , , , , , ,
20 de dezembro de 2017

Natal, é uma época do ano em que as pessoas se reúnem sempre em volta da mesa para comemorar, rever familiares e comer pratos saborosos. Porém, é preciso ter alguns cuidados para não exagerar e não começar o ano novo com alguns quilos a mais. Segue abaixo algumas orientações: Não saia de casa de estômago vazio! Tome um iogurte ou coma frutas antes de ir à festa, para não chegar com muita fome e conseguir escolher melhor seus pratos:

  • Evite petiscos, como castanhas, amendoim, salgadinhos, azeitonas e queijos, pois são bem calóricos;
  • Escolha os pratos que mais gosta e coma moderadamente. Dê preferência às aves, carnes de peru e chester, pois são mais magras. Lembre-se de retirar a pele;
  • Controle a quantidade dos acompanhamentos, como arroz, risoto, farofa, cuscuz paulista e tortas salgadas. Como todos são carboidratos, o ideal é servir-se de uma pequena porção;
  • Abuse das saladas de folhas, como rúcula, alface, agrião e escarola. Acrescente tomate cereja, cebola, palmito e pepino. Se gostar, acrescente também frutas às saladas – a manga e o abacaxi combinam bem;
  • Evite a tradicional salada de maionese e o salpicão de frango. Se não resistir, coma pouco;
  • Não exagere nas bebidas alcoólicas. As bebidas destiladas – whisky, vodka, pinga, caipirinha e saquê – são mais calóricas;
  • Alterne a be

Posted in nutrição by Clinicafares | Tags: , , ,
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE