Arquivos filho - Clinica Fares

Como prevenir na infância o câncer do adulto

18 de junho de 2018

O câncer surge a partir da proliferação celular descontrolada de uma única célula. Alguns fatores já são conhecidos como causa desta doença durante a vida adulta e tudo começa na infância. Esses fatores são chamados de fatores de risco carcinogênicos e evitá-los representa a base da prevenção. Nos Estados Unidos da América (EUA) em 2014, foi estimado que 42% dos cânceres em adultos com 30 anos ou mais, foram atribuíveis a fatores de risco potencialmente modificáveis, muitas vezes, durante a infância. Primeiramente o mais importante é levar a criança sempre ao pediatra , este especialista é o profissional adequado para identificar e orientar sobre os fatores de risco .

Como proteger o seu filho

  • Não expor a criança e o adolescente a fumaça do tabaco e prevenir o tabagismo em adolescentes;
  • Prevenir e agir na obesidade infantil. A obesidade na criança parece estar associada ao aumento do risco para vários tipos de câncer na idade adulta (esôfago, tireoide, vesícula, mama, cólon, renal);
  • Dieta: as escolhas alimentares são muito importantes, considerando que alguns alimentos podem ajudar a proteger o corpo contra a doença, outros podem aumentar o risco de desenvol

Posted in pediatria by Clinicafares | Tags: , , , , , ,
14 de junho de 2018

A constipação intestinal compreende evacuações em frequência menor do que três vezes por semana, percebendo-se o aumento da consistência das fezes, que tornam-se ressecadas e duras. Há casos em que a criança evacua diariamente de forma incompleta, fezes muito ressecadas, em cíbalos (“bolinhas duras” como fezes de cabrito), com muito esforço e dor, que são igualmente classificados como constipação intestinal. Algumas crianças permanecem muitos dias sem evacuar e eliminam fezes extremamente volumosas e calibrosas denominadas fecalomas, que, por vezes, determinam entupimento do vaso sanitário. A insegurança, desconforto e dor para completar o ato evacuatório geram em muitas crianças um comportamento denominado como retentivo. Elas se recusam a sentar no vaso sanitário ou pinico e acabam por expelir as fezes em lugares diferentes, como atrás de cortinas ou portas. As fezes muito duras podem, por vezes, machucar o ânus e determinar fissuras, com consequente dor e sangramento. O tratamento, muitas vezes, será associado com medicação laxativa aliada a dieta, com maior teor de fibras, o que inclui frutas, grãos, leguminosas, hortaliças e cereais. Alguns farelos como de trigo ou aveia podem ser adicionados como auxiliares. Para cri

17 de abril de 2018

Quem está prestes a ter o segundo filho ou tem esse planejamento, sempre pensa no mais velho e como será a reação. Por isso, é preciso entender que o ciúmes é inevitável e faz parte do processo de aceitação, ou seja, é um sentimento normal (e esperado) sendo necessária paciência, amor e carinho para lidar com a reação do recém promovido: irmão mais velho. E cada família vai encontrar sua maneira, no entanto, algumas dicas podem contribuir nessa fase:

  • Converse bastante sobre a rotina do bebê e da importância da colaboração do irmão mais velho;
  • Deixe ajudar na decoração do quarto, escolha do nome etc;
  • Não vincule o irmão mais novo à alguém para brincar, pois não é isso que acontecerá no começo;
  • Mantenha a rotina da criança o máximo possível;
  • Reforce a relação com os demais membros da família, pois a mamãe precisará de ajuda e é importante que a criança já se sinta acolhida com outras figuras.
  • Prepare-o para o recebimento de visitas (poucas, tá?) com presentes para o irmão e, se possível, mostre aqueles que recebeu quando nasceu;
  • Faça uma “troca de presentes” entre os irmãos: escolha algo que sabe que ele deseja e diga que o irmã

Posted in pediatria by Clinicafares | Tags: , , , ,
29 de março de 2018

A tão esperada festinha de um ano chegou! E com isso novas conquistas e habilidades são adquiridas pelo bebê. É a partir dos 12 meses que seu filho vai começar a se soltar para dar os primeiros passinhos sozinho, sem apoio e então começar a andar. Com esse idade, eles aprendem a comer sozinhos com a colher. Muitas vezes, erram o caminho da boca, derrubam a comida, mas faz parte do aprendizado. Uma criança de 1 ano já deve comer exatamente o que os pais comem, sem alteração na consistência, ou seja, não deve mais amassar, bater ou triturar o alimento. A habilidade motora fina está mais desenvolvida, gostam de atividades de encaixe, de fazer barulho com peças, de pôr e tirar objetos de um lugar para o outro, de arrremessar coisas e já conseguem ficar em atividades mais calmas por alguns minutos. O bebê já entende melhor a separação, então fica mais choroso ao se separar dos pais, e é um bom momento para trabalhar esse distanciamento, ensinando-o a se tornar mais independente. Com 12 meses a fala do bebê passa a ter intenção comunicativa, não tem mais caráter de experimentação, como nas fases anteriores. Começa a onomatopeias e é muito ativo em situações comunicativas, respondendo, com balbucios, em situações de conversação. No decorrer dos 12 aos 18 meses aco

Posted in fonoaudiologia, pediatria by Clinicafares | Tags: , , , , , ,
23 de março de 2018

O tempo passou, seu bebezinho está crescendo, está com 6 (seis) meses, agora ele já sabe sentar, já conhece os suquinhos, as frutinhas, as papinhas, já segura os objetos que quer e quando quer, já passa os objetos de uma mão para a outra e já derruba os objetos com intenção. Nessa fase o bebê já entende a inflexão e tons de voz e é capaz de rir ou chorar dependendo da forma como falamos com ele. Quanto à fala, nessa fase há um rápido aumento nas combinações de vogais e consoantes, brincando com os sons que já é capaz de produzir. Até então, o que era uma vocalização vira  balbucio e passa a ter repetição de sílabas, e de sílabas diferenciadas, como “mamapá”. O balbucio é muito importante, pois é o início do desenvolvimento de linguagem oral do bebê. Nessa fase, eles experimentam todos os sons e imitam sons que nós fazemos, por isso brincadeira que exploram sons nessa fase são muito importantes. Com seis meses a criança se interessa muito por cores e texturas, então durante a brincadeira, ofereça muitos objetos os quais ele possa tocar, sentir e seguir com os olhos, colocar na boca e interagir, sempre usando a fala como apoio. Livros com muitas cores e desenhos grandes também são bem vindos nessa fase. Lembre-se, essas informações são parâmetros de normalidade padro

Posted in fonoaudiologia by Clinicafares | Tags: , , , , ,
15 de fevereiro de 2018

Vamos dar sequência aos 10 mandamentos da boa alimentação infantil e é hora da sexta dica!

Ensinar seu filho a respeitar sua fome e saciedade

O simples ato de parar de oferecer alimentos quando a criança diz ou demonstra que não quer mais, já ajuda a não prejudicar as sensações de fome e saciedade tão preservadas nas crianças. Evitar a distração também ajuda. Quem presta atenção ao que come percebe melhor se já é suficiente. Mas além disso, conversar com a criança sobre esse conceito de forma lúdica e descontraída pode ajudar a construir uma relação melhor com as refeições. O que fazer: antes de começar a comer, ensine a criança a dimensionar sua fome. Escalas de fome e saciedade podem ser difíceis de aplicar em crianças, mas a ideia de “barriguinha cheia” e “barriguinha vazia” podem ser um bom início. Ensiná-los a comer devagar, mastigando mais e prestando atenção ao sabor também é uma dica importante. Uma ideia é perguntar em que parte da língua ele está sentindo esse ou aquele sabor. Incentive ainda a criança a associar sabores a cores ou texturas, além de divertido pode ser uma boa forma de iniciar o ato de comer com atenção plena. Você pode acompanhar as demais dicas clicando nos links abaixo: <

Posted in pediatria by Clinicafares | Tags: , , , ,
8 de fevereiro de 2018

Prosseguindo com os 10 mandamentos, vamos a quinta dica para a alimentação infantil ser saudável e sem stress.

5º Deixe seus filhos comerem  sozinhos

Muitos pais se incomodam com a bagunça que a criança pode fazer ao se alimentar sozinha e acabam não dando a elas a oportunidade de tentar no momento certo. Isso pode levar a uma resistência por parte da criança para comer sozinha no futuro. Não é raro mães de crianças de 5 – 6 anos queixarem-se de que os filhos não conseguem comer sozinhos. Mas muitas vezes eles apenas têm alguém que faz por eles e não aprendem a tentar. O que fazer: desde a primeira refeição da vida do bebê, deixe que ele interaja com os alimentos, com as mãos ou com colheres. Isso vai despertar seu interesse por novas conquistas. É importante dar autonomia.  Evitar a bagunça não é mais importante do que deixar o bebê livre para aprender. Qualquer dúvida procure por seu pediatra, pois é quem melhor poderá lhe orientar. Você pode acompanhar as demais dicas clicando nos links abaixo: 1º mandamento da boa alimentação infantil

11 de janeiro de 2018

Algumas das queixas mais frequentes nos consultórios são do tipo: “meu filho não come”, “só gosta de guloseimas”, “meu filho está muito magro”, “meu filho está acima do peso, mas nem come tanto assim”. Enfim, os hábitos alimentares são tão importantes que merecem papel de destaque e dicas para família fazer da refeição um momento de prazer e de saúde:

1º mandamento

O objetivo não é o prato vazio, mas a relação com a comida!

Quando o objetivo é ver o prato vazio, ou seja, fazer a criança aceitar tudo o que está sendo oferecido, “vale tudo” para que a criança coma: distração, trocas, barganhas, ameaças etc. Mas esse caminho não respeita os sinais da criança e impede que ela desenvolva suas próprias impressões sobre o alimento. Quando a criança tem sua fome e sua saciedade respeitadas, quando tem a oportunidade de aprender a comer sozinha e de experimentar novos alimentos, quando a criança não é forçada a comer e aprende a comer quando está com fome e não comer quando está satisfeita é possível estabelecer uma relação mais prazerosa e consciente. Aceite que o prato nem sempre estará vazio, e isso é respeito, não tem nada a ver com desempenho materno ou falta de cuidado. Outro erro é confundir a curiosidade do bebê com vontade

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE