Arquivos Ginecomastia - Clinica Fares

Estou com a pele amarela. Pode ser icterícia?

19 de janeiro de 2018

Definições para icterícia

Icterícia provém do grego Ikteros, usado no tempo de Hipócrates para definir a coloração amarelada da pele e das mucosas. Representando a deposição de pigmentos biliares na pele, a icterícia é um achado clínico de grande importância médica, pois é a manifestação visível de uma doença, seja ela relacionada ao fígado ou não.

Durante a consulta

A associação do questionário médico ao exame físico e aos exames complementares possibilitam o diagnóstico da doença de base, na maioria dos casos. Alguns dados são de grande importância durante a avaliação inicial.

Por exemplo:

Qual da idade do paciente? Crianças e adolescentes têm uma incidência maior de hepatite A em relação aos idosos. Este último grupo apresenta uma chance maior de doenças tumorais, como câncer hepático e de vesícula biliar. Qual a profissão do paciente? Profissionais da área da saúde são mais susceptíveis ao contato e exposição às infecções virais, como hepatites B, C e HIV. Além disso, profissionais de outras áreas podem ter contato com produtos tóxicos associados à icterícia. Qual a procedência do paciente? Viajou recentemente? O paciente pode proceder, residir ou t

20 de novembro de 2017

Ginecomastia é o desenvolvimento anormal de mamas em homens (do grego gyne = feminino, mastia = mamas, ou seja mamas femininas). No mundo, cerca de 40% dos homens apresentam esta condição clínica. Aparece inicialmente com um nódulo endurecido abaixo da aréola de pequeno tamanho (de 0,5 cm a 2 cm) e com crescimento gradual. Nesta fase, a dor costuma incomodar bastante, causando muito desconforto ao simples toque ou até mesmo ao se vestir com uma camiseta. Este aumento do volume mamário pode ser de componente glandular (glândula mamária), adiposo (gordura) ou uma combinação destes dois fatores. Quando há apenas o componente adiposo é chamada de lipomastia ou pseudoginecomastia. A ginecomastia pode aparecer, principalmente, em três fases da vida: infância (quando os hormônios femininos da placenta materna ainda circulam pelo corpo do indivíduo), adolescência (quando há uma grande modificação hormonal na puberdade) e após os 55 anos (quando as taxas de hormônios masculinos estão em declínio). No entanto, é causada, basicamente, por um desequilíbrio hormonal no organismo masculino. Suas origens podem ser divididas em fisiológicas (ou seja, alterações do próprio organismo), patológicas (tumores em órgãos que produzem hormônios, uso de substâncias medicamentosas ou ilícitas, hormônios ou

Posted in cirurgia Plástica by Clinicafares | Tags: , ,
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE