Arquivos idosos - ClinicaFares

Glaucoma

20 de janeiro de 2017

Você sabe o que é glaucoma? Leia o texto escrito pelo Oftalmologista da Clínica Fares Dr. Jaime Martins e aprenda mais sobre esse assunto. O que é? É uma doença degenerativa do nervo óptico, que pode ou não estar associado a pressão alta intra ocular. Quais consequências? É uma doença que pode levar à cegueira e, apesar de tentarmos controla-la reduzindo a pressão intra ocular, não tem cura. Quais fatores de risco? Idade maior que 40 anos, história familiar da doença em parentes de primeiro grau, raça negra, asiáticos, traumas oculares , inflamações intra oculares e cirurgias oculares. Há relação entre pressão alta intra ocular e pressão alta sistêmica? Não. Como posso evitar? Na verdade, não há uma fórmula para evitar o glaucoma. O mais importante é passar em consultas periódicas com seu oftalmologista para que, em caso de doença, ela seja diagnosticada precocemente. Quais sintomas? Na maioria das vezes, não apresenta sintomas, até que a doença esteja avançada. Em alguns casos o paciente pode queixar-se de uma dor súbita, vômitos e baixa de visão no olho afetado. Em casos avançados, o paciente terá baixa de visão e perda de visão periférica. Como trato o glaucoma? O tratamento vai depender do s

Posted in oftalmologia by Clinicafares | Tags: , ,
1 de dezembro de 2016

  A queda é um acontecimento bastante frequente em idosos e é considerada um evento importante na fragilização e declínio da saúde. É um grande desafio para o médico identificar de forma precoce idosos com maior chance de quedas, pois as chances de lesões graves se instalarem aumentam com o avanço da idade. Evitar a queda é sempre uma boa prática , sendo um dos indicadores de qualidade dos serviços para idosos. Dados do brasil mostram que em torno de um terço de todos os idosos tem queda ao menos uma vez e 13% caem de forma recorrente, ou seja mais de uma vez. shutterstock_68989549Após a queda propriamente dita, existem medidas curativas que devem ser aplicadas pelo médico assistente, porém a prevenção em todos os casos, tanto naqueles que já caíram como naqueles que nunca passaram por tal risco, torna-se o melhor “remédio”. Portanto devemos intervir nos seguintes fatores de risco para evitar as quedas: 1- Fraqueza muscular de membros inferiores: Programas de fortalecimento muscular, geralmente mais eficazes quando realizados para grupo de idosos e de risco, preferencialmente supervisionado por um fisioterapeuta. 2- Distúrbios do equilíbrio: Treinos de equilíbrio, nes

Posted in Sem categoria by Clinicafares | Tags: ,
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE