Arquivos oftalmologista - Clinica Fares

Quando visitar o oftalmologista?

7 de maio de 2018

Não existe dia ou hora certa para procurar um especialista dos olhos, pois a prevenção é a melhor maneira de evitar doenças oculares ou problemas inesperados no futuro. É importante que essa prevenção aconteça todos os anos, inclusive há alguns sintomas que indicam a necessidade dessa visita ao oftalmologista, como dor de cabeça aos esforços visuais, presença de desvios oculares, dificuldade no aprendizado, coceira nos olhos e lacrimejamento. Além disso, para cada fase da vida essa ida ao especialista, tem sua relevância. Para os recém- nascidos é preciso realizar o teste do olhinho que pode ser feito com um pediatra; mas em caso de dúvidas desse profissional é necessária a avaliação do oftalmologista. No caso dos bebês prematuros ou com baixo peso ao nascer, é obrigatório o acompanhamento com um oftalmologista a partir de quatro semanas após o nascimento para avaliação de retinopatia da prematuridade. Outra idade que a avaliação também é essencial é aos dois anos e por volta dos cinco anos ao entrar na escola. Toda criança precisa de pelo menos uma avaliação oftalmológica até os sete anos. Com os jovens, adultos e idosos idas uma vez

Posted in oftalmologia by Clinicafares | Tags: , ,
20 de abril de 2018

A conjuntivite é uma inflamação na membrana transparente que cobre o globo ocular (conjuntiva) e a parte interna da pálpebra. Dentre os tipos que a doença pode surgir, existe a conjuntivite bacteriana. O que a difere dos outros tipos, é que ela deixa o indivíduo com os olhos muito inchados. Seu inchaço e sua secreção são mais intensos e amarelados, com a sensação de “olhos grudados”. A conjuntivite bacteriana pode durar em torno de três semanas. Se durar mais que isso é considerada crônica.

Transmissão da conjuntivite bacteriana

Seu contágio acontece através do contato com secreção de algum indivíduo contaminado e compartilhamento de objetos com o mesmo. Deste modo, alguns cuidados são importantes para evitar a contaminação, como, por exemplo: • A princípio deve-se evitar tocar o olho infectado depois o outro; • Não compartilhar roupas de cama ou toalhas; • Higienizar o olho infectado regularmente, mas com produtos descartáveis. • Lavar bem as mãos frequentemente.

Tem tratamento?

Embora, quando apresentar sintomas da inflamação o paciente tenha que procurar um médico oftalmologista, o tratamento, normalmente, é realizado com pomadas antibiótico e colírios. Além da co

23 de janeiro de 2018

As conjuntivites são inflamações na membrana que reveste a parte interna da parte branca dos olhos e das pálpebras.

A conjuntivite viral é a mais contagiosa e acontece com mais frequência no verão.

Suas principais características é a sensação de areia nos olhos e lacrimejamento, além de bastante secreção e coceira. A sensibilidade a luz também é um fator e vermelhidão na parte branca dos olhos.

A inflamação, normalmente atinge ambos os olhos, por estarem bem próximos um do outro. Dependendo da força da conjuntivite pode haver sequelas.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE