Arquivos psicanálise - Clinica Fares

Chiste: dia do comediante

26 de fevereiro de 2018

Hoje, é o Dia do Comediante. Acredito que com esse post, alguns questionamentos devem ter surgido e apontarei os mais prováveis. -Blog da área da saúde parabenizando comediante? – Chiste, é de comer ou de passar no cabelo? Sim, a capacidade de ser espirituoso, de usar o humor de uma forma adequada ao ambiente social, pode prevenir a formação de sintomas advindos de um adoecimento psíquico, já alertava Sigmund Freud. O Chiste não é de comer e muito menos de passar no cabelo, ele se define pela capacidade humana em transformar momentos conflituosos em espirituosos e cômicos, não eliminando por sua vez o impacto do momento que está sendo vivido a gravidade dos fatos, porém,  abre a possibilidade de um novo olhar diante a dificuldade, assim como uma nova forma de lidar com o problema. Meus parabéns ao comediante Bráulio Bessa (dos cordéis) que com muita “mestria” conseguiu transformar o trágico em cômico possibilitando uma nova linha de reflexão. Por via deste excelente comediante parabenizo os demais comediantes de profissão. Aos chistosos anônimos deixo também meus parabéns e acredito que a vida pode ser vivida e desfrutada de uma forma mais interessante através da criação divertida de vocês.

Posted in psicologia by Clinicafares | Tags: , , ,
16 de fevereiro de 2018

Dia 18 de fevereiro é considerado o Dia Nacional do Combate ao Alcoolismo. Diante desta data, fica a pergunta, como combater o alcoolismo? O tratamento para o alcoolismo ainda é motivo de muitos questionamentos, dúvidas e desafios. Sabemos que o alcoolismo é uma doença, na qual, o prazer se torna um desprazer, causando inúmeros prejuízos na vida dos alcoolistas. Manejar um desejo que aponta para um desprazer advindo de um prazer é muitas vezes um trabalho desafiador para ambas as partes. A psicanálise entende que o prazer e o desprazer estão sempre juntos, são faces da mesma moeda. Estando avisado da dualidade que envolve o gozo, cabe ao psicanalista através da escuta, manejar essa via de prazer, dando ao paciente a possibilidade de gozar de uma forma interessante, cheia de vida. É importante ressaltar que o trabalho do psicanalista para com o alcoolista vai além das questões bioquímicas da dependência etílica. Trabalhamos com o manejo do gozo, do prazer/desprazer, trabalhamos com o que há de singular nos seres humanos.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE