Arquivos refluxo - Clinica Fares

Principal causa da doença do refluxo gastroesofágico

23 de abril de 2018

A doença do refluxo gastroesofágico (DRGE) é uma das doenças mais prevalentes no mundo. No brasil, cerca de 12% da população, quase, 20 milhões de indivíduos, sofrem dessa patologia com grande impacto na qualidade de vida. A principal causa dessa patologia se deve a fraqueza do músculo esfíncter esofágico inferior, que dessa forma, não impede o refluxo do conteúdo gástrico (ácido) para o esôfago. Este refluxo ácido queima o esôfago, podendo causar úlceras, sangramentos, estreitamentos e até degeneração em câncer. A hérnia de hiato (patologia caracterizada pela ascensão do estômago para dentro do tórax) pode estar presente na DRGE, sendo umas das principais causas da fraqueza do músculo esfíncter esofágico inferior. Os principais sintomas são: azia, regurgitação, queimação no peito e gosto ruim da boca. Podem aparecer também sintomas respiratórios, como tosse e alterações na voz. O diagnóstico é feito na, maioria das vezes, com o histórico clínico seguido de endoscopia digestiva alta, onde se observa as alterações esofágicas causadas pelo refluxo ácido. A hérnia de hiato, quando presente, também pode ser visualizada com esse exame. O tratamento é baseado em medidas de alteraç

26 de maio de 2017

Untitled-2Quem já não sentiu uma queimação na região do estômago? Ou teve a desagradável sensação de sentir o ácido ou restos alimentares subirem até a garganta? Estes são os principais sintomas da doença do refluxo gastroesofágico (DRGE). Na realidade todos nós apresentamos de forma normal episódios de refluxo durante o dia, principalmente após as refeições. Quando esses episódios se tornam muito frequentes, mais duradouros e os sintomas aparecem de forma recorrente estamos diante de um processo patológico (anormal) que é a DRGE. A DRGE é uma doença crônica, muito prevalente e uma das principais causas de consultas médicas no nosso meio. Consiste no retorno do ácido e/ou conteúdo do estômago de forma ascendente para o esôfago e/ou outros órgãos adjacentes.  Como a mucosa do esôfago não é resistente ao ácido clorídrico produzido no estômago, ela acaba sendo “agredida” provocando alguns danos como a esofagite de refluxo. Trata-se de um processo inflamatório que leva ao sintoma de queimação. Além da queimação o outro sintoma típico da DRGE é a regurgitação, que consiste no retorno do ácido e/ou restos alimentares até a boca. Outros sintomas conhecidos como

Posted in gastroenterologia by Clinicafares | Tags: ,
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE