Arquivos saúde - ClinicaFares

Benefícios da cardiologia preventiva para o bem-estar

18 de outubro de 2017

A cardiologia preventiva é versátil e muito dinâmica. Sobretudo, atualmente, podemos usufruir dos recursos que a tecnologia na palma da mão nos oferece via smartphone. Por exemplo, existem aplicativos que permitem calcular a distância percorrida em metros, a contagem do número de passos, dentre outras possibilidades. Neste sentido, podemos estabelecer uma meta semanal de 150 minutos com uma caminhada diária de 30 minutos, cinco vezes por semana. Com hábitos de uma vida de maior longevidade aliado aos banhos de sol, poderemos contribuir para a construção de músculos da coluna e das pernas mais fortes. Além disso, as práticas diárias de pequenos exercícios de alongamento mantem a flexibilidade de nossos joelhos. Aprender a fazer boas escolhas na vida de um modo geral é essencial. Contudo, podemos optar entre subir os degraus de uma escada, ser carregados pelo elevador ou escadas rolantes. Musicoterapia, risoterapia e a prática assídua da meditação aliviam o estresse diário. Na segunda década da era digital vamos recordar que a primeira conexão deve ser com o nosso interior “conhece-te a ti mesmo” dizia Sócrates. Procure um médico cardiologista e tire suas dúvidas!

11 de outubro de 2017

Na população, em geral, o excesso de peso, considerando crianças e adultos, chega a incríveis 53,9% da população brasileira.

Estudos também apontam que 34,6% dos brasileiros comem em excesso carnes com gordura e 29,8% dos brasileiros consomem refrigerantes, pelo menos, cinco vezes por semana; associado a falta de atividade física regular, esses números se agravam progressivamente.

A obesidade é uma doença evitável, mas a preocupação é que está associada ao aparecimento de outras doenças, como:

 

Aumento de 10% do peso, que está associado a um ganho de 6 vezes no risc

5 de outubro de 2017

A doença começa quando uma célula, na grande maioria das vezes, nos ductos mamários ou das glândulas mamárias, que são os “tubos” que carregam o leite até o mamilo e as glândulas que as fabricam, passa a ter um crescimento fora de controle. Essas células passam também a ter um comportamento invasivo e agressivo. É muito mais frequente nas mulheres, mas também pode ocorrer nos homens.  Nós sabemos que existe um conjunto de fatores que envolvem uma combinação do próprio organismo da pessoa e o estilo de vida. Ingestão de álcool, sobrepeso, sedentarismo, nuliparidade (mulher que não teve gestação), não a amamentação, uso de contraceptivos orais e a terapia hormonal após a menopausa, são alguns dos fatores de risco que, hoje, a ciência definiu como certos. Muitos destes fatores de risco são possíveis mudando o estilo de vida. Existem outros que dependem  do próprio organismo, como algumas mutações genéticas, histórico na família de câncer, entre outros.

Idade de maior risco

Existe uma relação direta entre idade e desenvolvimento do câncer de mama. Quanto maior a idade, mais o risco. Sabemos que boa parte dos casos são diagnosticados em mulheres com mais de 55 anos. Por causa disso, a partir dos 40 anos, a mulher já deve ter a opção de iniciar o rastreio. Se você tem 45 ano

4 de outubro de 2017

A visita ao especialista é fundamental para todas as mulheres; na prevenção de doenças, controle de natalidade e tratamento das “surpresas” que a população feminina com vida sexual ativa ou não pode ser submetida. A periodicidade das consultas, bem como dos exames, devem ser individualizadas de acordo com cada caso e respectiva idade:

Pré-Adolescentes ou adolescentes

A puberdade nas meninas pode iniciar entre os oito e os 14 anos; é uma fase de intensas mudanças físicas e psicológicas. As consultas nessa idade servem para aconselhamento quanto às mudanças que ocorrerão no corpo, orientações em relação à higiene íntima, tratamento/controle de alguns sinais e sintomas que se iniciam com as alterações hormonais intensas, como acne, cólica, irregularidade menstrual, irritabilidade, transpiração excessiva e odor corporal. São recomendadas consultas anuais com ênfase em acompanhamento do desenvolvimento.

Adultas

A idade adulta começa com 18 e termina aos 60 anos. Pode ser subdividida entre adultas jovens (18-21 anos), adultas (21-45 anos) e meia idade (45-60 anos). É a fase da vida que boa parte das mulheres tem relação sexual e os cuidados mudam. Corrimentos, contracepção, alterações menstruais, doenças sexualmente transmissíveis, gravidez e início dos sintomas da menopausa são as princip

Posted in ginecologia, sem categoria by Clinicafares | Tags: , , ,
3 de outubro de 2017

Nosso corpo é composto por, pelo menos, 60% de água, que varia com a idade, e é usada em diversos processos metabólicos e químicos.

Por não termos reserva, ela deve ser reposta regularmente para manter nosso corpo saudável e o bom funcionamento das funções básicas do organismo.

Abaixo, conheça algumas curiosidades:

Como beber mais água

Uma boa forma é sempre ter uma garrafa de 2 litros de água por perto ou anotar a hora que bebeu, a quantidade e repetir o processo ao longo do dia. Com o passar do tempo a ação vai fazer parte da rotina.

Quais os melhores horários

Posted in clínica geral, sem categoria by Clinicafares | Tags: , ,
2 de outubro de 2017

Vocês sabiam que a queda no idoso é um sério problema de saúde pública? Pois é, ela está associada a elevados índices de morbimortalidade com redução da capacidade funcional e institucionalização precoce. As causas mais comuns estão relacionadas ao ambiente doméstico, distúrbio de equilíbrio e marcha, osteoporose, alteração postural e redução da visão. A melhor forma de prevenção é estarmos atentos a esses fatores, fazer atividade física e acompanhamento com um médico geriatra. Dicas de cuidados de que se deve com os idosos em casa:

  • Não deixe ele(a) andar sob locais escorregadios ou molhados;
  • Deixe a casa bem iluminada para melhor enxergarem;
  • Tirar obstáculos do chão, como tapetes;
  • Não usar roupas muito longas para evitar que tropecem;
  • Prestar atenção nos movimentos bruscos das crianças e animais;
  • Se preocupar com a distribuição dos móveis na casa;
  • Ter sempre corrimão nas escadas;
  • Controle remoto para TV’s;
  • Colocar fita adesiva antiderrapante e colorida nos degraus;
  • Evitar que carreguem produtos pesados ou grandes.

Posted in geriatria, sem categoria by Clinicafares | Tags: , , , , , , ,
29 de setembro de 2017

Hoje, as doenças cardiovasculares são as principais causas de mortalidade em nosso país. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), quase 17,5 milhões de pessoas morrem, no mundo, todos os anos vítimas de doenças cardiovasculares. Dentre as doenças que mais matam estão inclusas o infarto e o AVC (acidente vascular cerebral). Apesar de serem perigosas, essas doenças, podem ser extremamente preveníveis. Isto se haver um cuidado adequado com o coração. Para evitar as doenças cardiovasculares temos que ter uma vida saudável, que inclui os cinco passos: 1- Dizer não ao sedentarismo: O ideal é praticar atividades físicas regularmente, de três a cinco vezes por semana; podendo começar gradativamente, estabelecer metas realistas e escolher um exercício prazeroso; 2- Controlar os fatores de riscos de doenças cardiovasculares: controlar muito bem a hipertensão arterial; que é considerada normal quando mede“12 por 8”; 3- Ter cuidado absurdo para não ter diabetes. Os que já têm diabetes devem tratar de forma adequada com uma alimentação equilibrada, sem excesso de açúcar e carboidrato; 4- Controlar o colesterol total, já que ele é subdividido em LDL (colesterol ruim) e HDL (colesterol bom), que é um tipo

28 de setembro de 2017

Você já parou para pensar o quanto usa sua voz durante o dia? Em casa, no trabalho,  trânsito, mercado, com os amigos, filhos e animais, no celular mandando áudio no WhatsApp e, às vezes, até sozinho.

A voz não gasta e nem tem data de validade, mas, se a usarmos de forma errada podemos ter sérios problemas e até perdê-la.

Você sabe como a voz é produzida?

Em nossa garganta, na laringe, paralelo ao chão, existe uma estrutura chamada prega vocal; é um músculo em formato de “V” recoberto por um fino tecido mucoso que fica em posição aberta quando respiramos e se fecha quando falamos.

Para ter uma ideia, a prega vocal de um homem, durante a fala, chega a

27 de setembro de 2017

Em todo mundo há um bilhão de pessoas com deficiência de vitamina D. No Brasil, chega a acometer 90% da população. A vitamina D é muito relacionada a osteoporose, porém, hoje, novos estudos têm demonstrado que ela tem receptores em diversos órgãos, como o cérebro, próstata, intestino, células da imunidade e músculos. A falta desta vitamina está correlacionada a diversas doenças, como o risco de desenvolver doenças cardiovasculares, por exemplo, hipertensão arterial, cânceres, diabetes mellitus, esclerose múltipla, demência e artrite reumatoide. Sabe-se que pacientes sem doença cardíaca prévia com valores insuficientes de vitamina D apresentam um risco duas vezes maior de doença cardiovascular. Além disso, o controle adequado da vitamina D reduz 77% o risco relativo de câncer de mama. É também a única entre as vitaminas que pode ser sintetizada na pele a partir da exposição a luz solar. Sua absorção na pele é variável, depende de cada pigmentação, estação do ano, vestimentas, idade e uso de protetor solar. E ainda pode alterar de acordo com fatores hormonais, genéticos e nutricionais. As fontes alimentares são escassas em vitamina D, além disso, a falta de exposição solar, uso de medicamentos anticonvulsivantes, corticoides e doenças intestinais, reduzem ainda mais a absorção. Par

Posted in clínica geral, sem categoria by Clinicafares | Tags: , , ,
22 de setembro de 2017

A sinusite e a rinite, geralmente coexistem e estão presentes ao mesmo tempo nos pacientes. Tanto que, hoje em dia usamos a palavra Rinossinusite para designar esses problemas. A rinite é uma inflamação da mucosa nasal que pode ser causada por alergia ou não, tem como principais sintomas a coriza, nariz entupido, coceira e espirros; pode surgir também a dor de cabeça, principalmente, na região frontal. Já a sinusite é uma infecção da mucosa nasal que pode ser causada por vírus ou bactérias. Como é uma infecção, a sinusite gera sintomas mais graves como febre, dores de cabeça de forte intensidade, catarro amarelado ou esverdeado, nariz entupido, mau hálito, tosse e dor de garganta. Há alguns sintomas que aparecem na rinite e na sinusite, isso acontece porque quem tem sinusite quase sempre tem rinite, dificilmente estas duas doenças não estão ligadas e uma pode ser consequência da outra. Sempre que você sentir esses sintomas deve-se procurar um otorrino porque apenas esse especialista está apto a diagnosticar qual o real problema. O diagnóstico é sempre clínico, ou seja, através da consulta com o otorrinolaringologista e exame médico. Em alguns casos há necessidade de exames laboratoriais, de imagem ou endoscópicos para confirmar. Não compre medicamento

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE