asma.jpg

20 de março de 2020 0

Chiado no peito e dificuldade para realizar atividades corriqueiras do dia a dia devido à falta de ar, podem ser problema que, muitas vezes, não é identificado: a asma.

A asma é uma doença pulmonar que atinge, aproximadamente 6,4 milhões dos brasileiros, segundo dados do Ministério da Saúde.

Esta doença é caracterizada pela inflamação crônica das vias aéreas respiratórias. Apesar de não ter cura e poder prejudicar o dia-dia da pessoa, podendo inclusive, levar até à morte se não bem acompanhada, a asma tem tratamento, efetivo e seguro, e a pessoa asmática que trata corretamente pode ter uma vida completamente normal!

Normal mesmo! Pode ser esportista, atleta, campeão olímpico… pode ser tudo o que quiser! É só fazer o acompanhamento adequado com o pneumologista, e o tratamento diário com a medicação inalatória.

Sintomas clássicos da asma

Como dito, quem tem asma pode e deve levar uma vida normal, desde que se atente aos cuidados recomendados pelo médico especialista; contudo alguns sinais são recorrentes e podem variar de paciente para paciente, por isso, estar atento aos sintomas é essencial:

  • Chiado no peito
  • Falta de ar e cansaço
  • Tosse
  • Falta de fôlego (não consegue praticar esportes e maiores esforços físicos)
  • Crises recorrentes (muitas vezes confundida com infecções, como: “tenho gripe todo ano”, “já tive mais de dez pneumonias”)

Cada asmático pode apresentar sintomas diferentes; alguns não tem crises, outros tem muita tosse ou falta de ar, entre outros sinais/sintomas que apenas com ajuda do especialista poderão detectar a asma, e melhorar a qualidade de vida da pessoa.

Asma pode matar?

Sim. Principalmente se não houver tratamento regular com acompanhamento médico especializado.

Além disso, é uma doença que não tem cura, mas através de tratamento é possível ter uma vida completamente normal.

Quando pensar em asma?

”Pistas” para pensar em asma

Uma criança que tem dificuldade para brincar na escola por ter muita falta de ar ou chiado no peito, por exemplo, merece atenção especial, assim como um adulto na prática de atividade física, ou até cansaço na relação sexual com o(a) parceiro(a).

Ou pessoas que vão sempre ao pronto socorro com crises e sintomas respiratórios, é importante que orientemos a consultar urgente um especialista /pneumologista, para fazer o diagnóstico correto e realizar o quanto antes tratamento adequado; inclusive porque, muitas vezes, a doença é sub-diagnosticada, e a pessoa convive com a asma sem entender qual realmente é o problema.

O que quem tem asma precisa evitar?

  • Juntar poeira em casa, ácaros
  • Bicho de pelúcia
  • Livros com poeira
  • Pêlos de animais, geralmente gato é o mais perigoso
  • Contato com pólen de flor
  • Tempo seco (inclusive com possível piora com o frio, pois são mais sensíveis, principalmente quando fora de tratamento!)

E principalmente, deixar de lado o cigarro, pois é um vilão para a asma (tanto ativo, quanto passivo – conviver com quem fuma, é perigosíssimo para o asmático!)

Dicas para ajudar a evitar crises de asma (além de manter o tratamento diário com as medicações inalatórias indicadas pelo pneumologista):

  • Limpeza da casa deve ser através de:

– Passar pano úmido em casa

-Limpar a casa com aspirador de pó

-Lavar as narinas com sono fisiológico

-Deixar uma bacia com água ou uma toalha molhada no quarto para umedecer o ambiente

  • Realizar atividade física, sempre buscando aconselhamento médico.

Asmático pode ter uma vida normal

A asma pode ser tratada e as chances de melhoras são grandes se houver o tratamento correto e diário, seguindo as orientações médicas, fazendo uso da bombinha de tratamento (indicado pelo pneumologista), realizando os exames, como a prova de função pulmonar e fazendo o seguimento ambulatorial regularmente com especialista (pneumologista).

Cuide-se!

Quem tem asma pode ter uma vida ativa e saudável, basta realizar um tratamento com o médico pneumologista.

Além do mais, qualquer pessoa ao apresentar, qualquer sinal de problema respiratório também deve procurar um pneumologista, já que ele é o profissional especializado que irá ajudá-lo(a) a ter uma vida normal. Agende agora sua consulta clicando aqui!

Dr. Rodrigo J C Santiago

Pneumologista e Membro do Corpo Clínico da Clínica Fares

CRM-SP 129870

RQE 69441