doar-sangue.jpg

17 de junho de 2019 0

Você sabia que estamos no mês voltado para ações de doação desangue? O junho vermelho ressalta a importância da doação de sangue, inclusive nessa época mais fria do ano, onde os bancos de coleta ficam mais baixos. Ao doar sangue, você pode ajudar até quatro pessoas e fará a diferença na vida de todas elas.

Quais os requisitos básicos para doação?

  • Apresentar documento com foto, como o RG
  • Estar em boas condições com a saúde
  • Pesar mais de 50 quilos
  • Ter entre 16 e 69 anos
  • Estar bem alimentado
  • Estar bem descansado (ter dormido pelo menos 6 horas na noite que antecede a doação)

De quanto em quanto tempo posso doar?

A recomendação é que as mulheres façam doação de sangue com intervalos de 90 dias, ou seja, a cada três meses. Já os homens, com intervalo de 60 dias, a cada dois meses. Este período é necessário para reposição dos nutrientes, especialmente do ferro.

O que fazer depois que você doar?

  • Antes de deixar o banco de sangue, permaneça no mínimo 15 minutos sentado e coma o lanche oferecido;
  • Beba bastante líquido;
  • Mantenha o curativo no local da agulha por pelo menos 4 horas;
  • Não ingira bebida alcoólica.

Quem você pode ajudar?

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a recomendação é que em cada país, tenha uma média de 3 a 5%, de doadores. No Brasil temos apenas 1,8%, sendo que em países da Europa esse número chega a 7%.

Mas afinal, quem você ajuda? O seu sangue doado pode ajudar diversos casos, entre eles, pessoas que sofreram algum acidente de trânsito, queimaduras ou vítimas de alguma catástrofe, pessoas que farão cirurgias e precisam de transfusão de sangue, pessoas que sofreram algum tipo de hemorragia ou que tem alguma desordem de coagulação de sangue.

Quem não pode doar sangue?

  • Ter menos de 16 ou mais de 69 anos.
  • Pesar menos que 50 quilos
  • Caso durante o teste que é realizado antes da doação, apresente anemia, hipertensão, hipotensão arterial ou aumento/ diminuição dos batimentos cardíacos no momento da doação.
  • Ter febre no dia da doação
  • Gravidez
  • Portadores de doenças infecto-contagiosas (com ou sem doença ativa)
  • Patologias crônicas
  • Quem  estiver em algum tipo de tratamento medicamentoso, quimioterápico, radioterápico

Na qualquer dúvida, você pode falar com o seu médico de confiança! Na Clínica Fares, você pode agendar agora!

Dr. Alfredo Rangel Ayres Prestes

Médico do trabalho, pediatra e membro do corpo clínico da Clínica Fares

CRM 63058