shutterstock_1357975778-1200x800.jpg

4 de setembro de 2020 0

Logo na adolescência as mulheres tendem a lidar com a menstruação e suas características todos os meses.

E devido ao acontecimento ser regular a mulher acaba se acostumando com o fluxo e qualquer alteração que perceba, já entende que algo não vai bem com seu ciclo menstrual.

Um dos fatores diferentes que pode causar estranheza é alteração para maior volume de sangramento, grande quantidade de coágulos ou fluxo com mais de sete dias consecutivos, percebidos em comparação a meses anteriores.

Além disso, é possível também notar alteração  na necessidade da troca de absorvente mais vezes ao dia, sensações como  como mal-estar, cólicas, cansaço e fadiga.

Como saber se o fluxo está alterado

Pode ocorrer anormalidade tanto na quantidade de sangramento, no intervalo das menstruações quanto no número de dias de sangramento.

Pode ocorrer também sangramento continuo  e intenso que pode estar associado a causas como disfunção hormonal, miomas, câncer, entre outros.

Acontece que a perda excessiva do sangue da menstruação pode causar outros problemas, como grande diminuição de ferro levando a  anemia.

Ao observar alguma alteração a mulher deve procurar  o ginecologista para realização de exames e tratamento específico.

Tratamento e diagnóstico

O tratamento  varia de acordo com a causa identificada através da investigação médica; podem ser tratamentos hormonais com anticoncepcionais ou até cirurgias.

Lembrando que procurar o ginecologista anualmente é essencial para prevenção de problemas futuros e diagnósticos precoces para melhores chances de tratamentos.

Além disso, se houver qualquer suspeita de problemas ginecológicos é muito importante a ida imediata ao especialista. Agende agora, na Clínica Fares uma consulta com o Ginecologista, clicando aqui.

Dra. Denise de Azevedo
Ginecologista e membro do Corpo Clínico da Clínica Fares
CRM 94681