fisiatra-520x520-1024x1024.jpg

8 de junho de 2015 0

Imagine você ao abrir  os  olhos e querer sentar na cama e perceber que novamente não consegue mexer em uma das pernas, apesar de conseguir contrair alguns músculos você sente ela dura e pesada. Essa é a rotina de muitas pessoas que sofrem da sequela de AVE (Acidente Vascular Encefálico).

 

Todos os anos há cerca de 1 em 5.000 pessoas sofrem AVE no Brasil e metade ficam com alguma sequela.
Dependendo da região do cérebro afetado, as sequelas são diferentes. Em muitos casos afetam o controle dos músculos de um braço e uma perna do mesmo lado. Como consequência diminui o controle voluntário deles além de aumentar a contração muscular involuntário, deixando eles rígidos e dificultando ainda mais o uso do braço e da perna.
sintomas-mais-comuns-de-um-avcO médico fisiatra avalia cada caso e propõe um programa de reabilitação, que pode incluir orientações ao paciente e familiares, sugestões de alterações no hambiente domiciliar, medicações, fisioterapia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, aparelhos ortopédicos e procedimentos como o bloqueio com toxina botulínica.
A aplicação em músculos de toxina botulínica para relaxa-los tem revolucionado a reabilitação. Por exemplo é muito frequente que nas sequelas o pé afetado fique caído e virado para dentro, isso aumenta risco que tropeços e quedas. A aplicação de toxina botulínica em músculos específicos da perna relaxam e possibilita alinhar o pé e o tornozelo, com treinamento adequado na fisioterapia é possível ter uma marcha mais natural.

Se você conhece alguém que esteja sofrendo com as sequelas de AVE, peça para marcar uma avaliação com o médico fisiatra na Clínica Fares.

Ligue para sua saúde (11) 3851.4000