pitiriase-versicolor-foto.jpg

6 de janeiro de 2020 0

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia o pano branco (pitiríase versicolor) é uma micose (infeção fúngica) superficial da pele que é causada por fungos do gênero malassezia, que impede a pele de produzir a melanina quando está exposta ao sol, assim, nos locais da pele onde o fungo está, a pele não fica bronzeada como o restante do corpo, causando pequenas manchas brancas.

O pano branco pode surgir em qualquer idade e em ambos os sexos, principalmente em adolescentes e jovens, na maioria das vezes, nos ombros, peito, braços e pescoço, áreas mais expostas ao sol.

Fatores que favorecem pano branco

  • Calor e umidade
  • Desnutrição
  • Suor excessivo
  • Uso de anticoncepcionais, de corticoides e/ou de imunossupressores

Este tipo de infecção é bastante comum no Brasil em épocas quentes e úmidas, principalmente agora no verão que, geralmente, os dias são de bastante calor.

Por isso, é importante se atentar aos sinais mais claros da infecção:

  • Descamação da pele
  • Manchas que são brancas que aumentam de tamanho de forma lenta
  • Manchas esbranquiçadas ou que podem variar, indo de branco até vermelho ou castanho
  • Manchas que desaparecem após o verão
  • Coceira leve
  • Manchas redondas ou ovais

Prevenindo o pano branco

A prevenção do pano branco deve ser feita através da utilização de roupas arejadas, leves e, de preferência com tecidos não sintéticos. Além disso, passar protetor solar a cada 3 horas é essencial para evitar problemas na pele.

Tem tratamento?

O tratamento pode ser feito com medicações aplicadas direto na pele ou via oral, e elas eliminam a descamação, mas cada tratamento pode variar de acordo com a necessidade de cada paciente e o diagnóstico feito pelo médico especialista.

Fale com seu dermatologista

Para tratar o pano branco é essencial consultar um dermatologista, assim é possível saber qual a melhor forma de tratamento e voltar a ter a pele atingida pelo pano branco, bonita novamente. Agende agora uma consulta com um dermatologista da Clínica Fares clicando aqui.