sintomas-de-gripe.jpg

19 de março de 2021 0

Quando o frio chega, a saúde das pessoas pode ser afetada, principalmente, com problemas ligados a doenças respiratórias.

O sistema respiratório é muito vulnerável à exposição de fatores externos, como as fumaças de combustíveis, queima de madeira e fumaça de tabaco, que inalados através do ar, podem causar descompensação de algumas doenças respiratórias, como:

Asma

A asma é uma doença inflamatória crônica dos brônquios, que não tem cura, porém tem controle, e a pessoa asmática que faz o seu tratamento diário corretamente com as medicações inalatórias, tende a ter uma vida completamente normal.

Porém, quando expostas a estes fatores externos irritantes citados anteriormente, inclusive à variação de temperatura, podem sim ter piora do quadro, principalmente os asmáticos que não tratam corretamente.

Seus sintomas podem variar entre falta de ar, com dificuldades para respirar, “chiado de peito”, tosse, sensação de aperto no peito ou “peito cheio” etc.

Algumas formas para evitar as crises de asma, além de manter o tratamento correto regularmente, são: evitando fumaças, pelos de animais (gato principalmente), pó, cheiros fortes entre outros gatilhos.

Pneumonia

A terceira maior causa de mortes no mundo é uma infecção pulmonar que pode ser causada por vírus, fungos, mas na grande maioria das vezes, por bactérias, que se aproveitam da queda da imunidade do indivíduo, muitas vezes ocorridas às mudanças climáticas.

Alguns de seus sintomas podem ser: dificuldade para respirar, tosse produtiva, dor no peito, prostração/mal-estar, febre, fadiga, calafrios entre outros.

Geralmente, atinge mais facilmente crianças e idosos, que têm a imunidade mais baixa, denotando mais gravidade nestes grupos.

Resfriado e Gripe

São infecções causadas por vírus. Alguns de seus sinais são narizes congestionados, nariz entupido, espirros, tosse frequente, febre, espirros, sensação de mal-estar etc.

A grande diferença entre os dois se dá na intensidade dos sintomas, que denota gravidade do quadro. No resfriado os sintomas são mais leves, já na gripe (que pode até levar à morte), a febre costuma ser mais alta e o mal-estar mais debilitante.

Uma boa recuperação pode ser feita através de boas noites de sono, mãos lavadas com frequência, consumo de sucos naturais com vitamina C (laranja, limão), medicações sintomáticas se necessário e tentar evitar o stress. Se não melhorar, sempre procurar ajuda médica.

Quando o frio aparece, alguns cuidados são essenciais!

  • Evitar locais com muita aglomeração de pessoas
  • Evitar exposição por muito tempo a ar-condicionado e suas mudanças bruscas de temperatura
  • Umidificar o ambiente, especialmente o quarto
  • Manter as vias-respiratórias sempre limpas
  • Beber bastante água
  • Ter uma alimentação saudável
  • Lavar as mãos com água ou álcool gel
  • Mantenha a carteira de vacinação atualizada
  • Cobrir a boca e o nariz quando tossir ou espirrar
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal
  • Evitar estresse! Tenha seu “lazer em dia”! Estresse faz com que o sistema de defesa do organismo (imunidade) fique enfraquecido, aumentando a chance de infecções.

Estas e outras doenças podem surgir/piorar no outono e o melhor caminho para tratá-las consultando um médico pneumologista para lhe ajudar.

Lembramos que, se você tem exames ou consultas que não podem ser deixados para depois, faça. Não deixe sua saúde de lado. E tome todos os cuidados necessários ao sair, combinado? Clique aqui para agendar.

Da redação