criança-com-sarampo.jpg

24 de junho de 2019 0

O sarampo é uma doença grave, que pode ser transmitida através da fala, tosse e espirro, bastante comum no inverno devido a aglomeração em ambientes. Atinge pessoas de qualquer idade e sexo, mas pode ser prevenida com a vacina.

Sintomas do sarampo

  • Exantema (confluente)
  • Febre acima de 38,5ºC
  • Tosse
  • Dor de cabeça
  • Coriza
  • Manchas brancas que aparecem na mucosa bucal
  • Conjuntivite

Depois de poucos dias da contaminação surgem manchas brancas na mucosa bucal e na sequência o exantema (erupções vermelhas na pele) que começam pelo tronco.

Como o sarampo é transmitido?

É uma doença de fácil contágio, pois é transmitida de forma direta ao espirrar, tossir e falar. Uma pessoa pode ter sarampo apenas uma vez na vida; e é contagioso a partir de dois dias antes de o exantema surgir e até cinco dias depois.

Como é feito seu diagnóstico?

O diagnóstico é feito pelo médico e pedidos de exames laboratoriais que confirmam a suspeita, através da detecção de anticorpos IgM no sangue.

Ele pode matar?

Pode sim, inclusive crianças desnutridas e menores de um ano que tenham complicações infecciosas ligadas ao sarampo.

Mas como se prevenir?

A única maneira efetiva para prevenção desta doença contagiosa é a vacinação. A vacina deve ser aplicada a partir de duas doses – aos 12 meses e a outra aos 15 meses (1 ano e 3 meses).

Adultos também devem estar atentos a caderneta de vacinação atualizada, já que também podem estar sujeitos.

Quem não pode tomar a vacina?

Suspeitos de estar com sarampo, imunocomprometidos, gestantes e crianças com menos de seis meses não devem se vacinar.

Veja aqui os locais em São Paulo onde é possível se vacinar.

Na dúvida você pode conversar com seu médico de confiança; caso seu filho apresente alguns sintomas, é importante procurar pelo pediatra.

Na Clínica Fares você pode agendar uma consulta agora.

Dr. Tai Il Kim

Pediatra e Membro do Corpo Clínico da Clínica Fares

CRM 54.043