mochila.jpg

28 de janeiro de 2019 0

É muito comum vermos crianças carregando mochilas escolares que parecem bem pesadas. Cerca de 80% das queixas de crianças com dores nas costas têm relação com o peso das mochilas.

Acontece que o tipo de mochila e o modo como ela é carregada podem prejudicar a saúde da criança, principalmente pelo fato de seu corpo estar em pleno desenvolvimento. Portanto alguns cuidados devem ser levados em consideração:

  • Procure por mochila produzida realmente para criança, pois o material é mais leve;
  • No comprimento, deixe do tamanho do tronco da criança. A parte debaixo deve ficar no máximo até 5 cm da linha da cintura;
  • O espaço entre a mochila e o corpo deve ser muito pequeno;
  • Evitar deixar coisas desnecessárias dentro da mochila;
  • Não carregar a mochila somente por uma das alças.

O peso excessivo da mochila escolar pode causar

Ombros

O peso pode sobrecarregar os músculos e as articulações.

Quadril e região lombar

A inclinação para compensar o peso da mochila escolar causa dores no quadril e dores lombares.

Pescoço

Quando o pescoço é forçado para frente os ligamentos são pressionados e causa dores.

Joelho

A mudança da postura quando se caminha, pode causar dores nos joelhos.

Fique de olho no peso da mochila

Segundo a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia e a OMS (Organização Mundial da Saúde), o peso da mochila não deve ultrapassar 10% do peso da criança; além disso, os materiais mais pesados devem ser colocados ao centro da bolsa e próximo as costas.

A melhor escolha a se fazer são as mochilas de alças acolchoadas firmes, reguláveis (com largura mínima de 4 cm) e no modelo, se possível, que tenha um cinto abdominal, pois esse conjunto ajuda a equilibrar o peso.

Em qualquer situação em que a criança apresente queixa de dores, o ideal é procurar por um médico, que é o profissional habilitado para lidar com esse tipo de situação.

Fonte: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia

Dr. Alfredo Rangel Ayres Prestes

Pediatra, médico do trabalho e membro do corpo clínico da Clínica Fares

CRM 63058