7 sinais do câncer de mama - Clinica Fares 7 sinais do câncer de mama
sinais-câncer-de-mama-320x240.jpg

19 de outubro de 2018 0

Os sinais mais evidentes do câncer de mama são as alterações que surgem, geralmente, a partir de um nódulo sem dor.

No entanto, deve se atentar a qualquer vestígio da doença, já que, ela pode ser evidenciada de outras formas:

1- Nódulo

Um dos sinais mais comuns do câncer de mama é a presença de nódulo (caroço) no seio e que normalmente, é indolor e duro. Qualquer nódulo no seio merece atenção, já que um nódulo pode indicar outras doenças, como um cisto ou infecção na mama.

2 – Vermelhidão na mama

Um dos sinais do câncer de mama é a pele da mama estar vermelha e dolorida. É normal que a mama fique dolorida em período menstrual, mas se a dor, vermelhidão e calor permanecer, vale ficar atento.

3 – Pele áspera

Pele da mama semelhante a uma casca de laranja é um dos sintomas. Caso note mudança de textura no mamilo deve-se atentar.

4 – Mudanças na mama

Qualquer mudança na forma da mama ou do mamilo deve-se prestar atenção. Um exemplo, é no mamilo, principalmente se houver inchaço ou afundamento. Acontece que o tumor causa deformações nos tecidos da mama, gerando alterações no formato da mama.

5 – Secreção

Uma secreção amarelada ou avermelhada podem ser sinais graves da doença indicando que já está instalada nos ductos mamários.

6 – Inchaços nas axilas

Um dos sinais de que o câncer está instalado é o inchaço na axila ou aparecimento de nódulos, na maioria das vezes, não apresentam dores e são duros. Pode ser que seja uma infecção ou inflamação, mas é importante sempre estar atento.

7 – Alterações com feridas

Crostas, feridas ou mudanças no mamilo e/ou alteração do tamanho ou forma e cor da pele, podem ser sintomas do câncer de mama.

Além disso, é preciso se atentar a pequenos sinais que podem passar imperceptível, mas se avaliados com antecedência, terão diagnóstico e tratamento mais efetivo.

Uma forma de se prevenir contra o câncer de mama é realizando o exame de mamografia. Que é um exame de radiografia e pode identificar alterações na mama que não são visíveis a olho nu. Além de fazer o autoexame da mama em casa.

Vale lembrar que a partir dos 40 anos a realização da mamografia passa a ser essencial, pois os riscos são maiores, além de pessoas com histórico familiar dentre outros aspectos.

Na dúvida, consulte seu médico ginecologista/mastologista, profissional mais indicado para orientações de como prosseguir.

Dra. Caroline Queren Fernandes

Ginecologista e Membro do Corpo Clínico da Clínica Fares

CRM 152049