Modelo de saúde da Clínica Fares - Rede CNT - Clinica Fares
faresssssss-1024x1024.jpg

9 de março de 2016 0

A reportagem produzida pela Rede CNT, que destacou o modelo de saúde da  Clínica Fares como uma alternativa viável e necessária diante do difícil cenário de saúde brasileiro, foi ao ar no dia 24 de fevereiro.

A reportagem começa mostrando o exemplo da assistente administrativa Jéssica, que deixou de pagar o convênio particular há 3 meses, que custava 300 reais por mês. Ela fala que conseguiu agendar de um dia para outro uma consulta com oftalmologista num site de clínicas credenciadas. O que não acontece quando se trata de convênio médico.

De acordo com dr. Hyun Seung a Clínica Fares está suprindo uma grande lacuna, oferecendo serviços qualificados para uma população que tem necessidade de atendimento, mas que não tem acesso aos serviços mais conceituados devido ao custo desses tratamentos. Por outro lado, nós temos um serviço público que ainda é insuficiente para a necessidade da população.

O repórter Marcelo Zanini ressaltou o número de atendimentos realizados pela Fares diariamente e a perspectiva de inaugurar mais 6 unidades até final de 2017. O repórter também pontua que é  um negócio vantajoso também para os médicos, que chegam a ganhar mais do que quando trabalham para as operadoras de saúde.

 

A matéria mostrou um senhor de 87 anos que mora no interior do Estado e foi levado para se tratar na Fares pela filha. Em três consultas ele apresentou uma melhora significativa, saiu da cadeira de rodas e está recuperando a cognição. Ele elogiou o atendimento oferecido pela dra. Simone, geriatra da clínica Fares.
A reportagem também ouviu o diretor do site de agendamento online SOS Consulta, Vanderlei Lugão.