O que é jejum intermitente e quem pode fazer
jejum-intermitente-1024x1024.jpg

2 de março de 2018 0

O jejum intermitente não trabalha a qualidade alimentar, e sim, mostra quando a pessoa deve realizar as refeições que são em dias alternados.

Nesta dieta, diferente das convencionais que priorizam comer de 3 em 3 horas, pode se alimentar quando der fome, não há necessidade de realizar refeições de 5 à 6 refeições ao dia.

Existem vários métodos do jejum, de 16 horas, 24 horas, 36 horas; dieta 5:2 e dieta do guerreiro, mas antes de iniciar o jejum é necessário adaptar uma dieta adequada, acrescentando mais legumes, frutas e legumes, pois não existe milagre para o emagrecimento.

Esta “mudança de hábito” não deve ser feita aleatoriamente por qualquer pessoa. Antes disso, é importante consultar um nutricionista, pois será feito uma série de avaliações para realizar uma dieta personalizada.

E atividade física, pode fazer?

É necessário adaptar o organismo a nova mudança alimentar. A prática de atividade física precisa ser avaliada por um cardiologista, pois muitas doenças não apresentam sintomas e com isso não terá um tratamento adequado com a dieta e nem atividade física.

Crianças, gestantes, idosos e pacientes que apresentem qualquer doença não devem realizar o jejum intermitente.

Dra. Jéssica Missue Ikejima Arita

Nutricionista e Membro do Corpo Clínico da Clínica Fares

CRN 35588