Cuidados para evitar rinite alérgica
rinite-alérgica-768x509.jpeg

27 de junho de 2018 0

Coriza nasal, olhos que lacrimejam, obstrução nasal e espirros constantes podem ser sinais da rinite alérgica.

A rinite alérgica, normalmente, é causada por uma reação imunológica do corpo quando encontra partículas do ar consideradas estranhas (alérgenos), como pólen de flores, ácaro de poeira e pelos de animais.

Para ajudar na prevenção da rinite alérgica, listamos alguns cuidados importantes:

  • Evitar os alérgenos e irritantes ambientais;
  • Trocar frequentemente a roupa de cama;
  • Expor a roupa da cama à luz solar;
  • Evitar mofo e umidade, principalmente no quarto de dormir;
  • Manter o ambiente ventilado e arejado;
  • Controlar a umidade e realizar manutenção frequente no sistema de ar condicionado;
  • Evitar spray com “cheiros” ou sachês no quarto de dormir;
  • Evitar o uso de vassouras, espanadores e aspiradores de pó sem filtro HEPA;
  • Evitar travesseiros de penas;
  • Lavar os cobertores de 15/15 dias e expor ao sol uma vez por semana;
  • Utilizar panos úmidos para limpar piso e móveis;
  • Remover carpetes, tapetes e cortinas;
  • Evitar animais de pelos e penas;
  • Evitar desinfetantes e produtos de limpeza com odor forte;
  • Evitar o contato com poluentes (fumaça, escapamentos e fuligem);
  • Usar acaricidas;
  • Não fumar e não permitir que fumem dentro de casa.

Medidas que diminuem a exposição aos alérgenos são simples e de baixo custo e devem ser recomendadas, pois a experiência clínica mostra que elas levam a melhora significativa dos sintomas. Na dúvida, procure por seu otorrinolaringologista!

 

Dr. Igor Guerra Guimarães

Otorrinolaringologia e membro do corpo clínico da Clínica Fares

CRM 173606