Janeiro branco: quem cuida da mente, cuida da vida!
saúde-mental-2-1024x1024.png

17 de janeiro de 2018 0

Esta campanha é muito importante, pois traz  a tona à discussão das questões emocionais, muitas vezes, menosprezadas e só levadas em consideração em decorrência de problemas secundários.

Por via da minha experiência clínica, afirmo que pessoas sofrem pelo apego a ignorância emocional, digo isso, pois minha demanda maior são pacientes que só conseguem ter notícia dos seus problemas mentais/emocionais via adoecimento corporal.

Esta campanha visa a prevenção da saúde e foi criada devido aos grandes indícios de má prevenção da saúde e altas taxas de busca por tratamentos.

Hoje, vemos um movimento grande pela saúde, seja pelo retorno à alimentação saudável, livre de industrializados ou pela busca de atividades físicas.

Temos ainda, o grande crescimento da medicina preventiva, com isso,  essa campanha pretende anunciar a importância de ter notícia das vivências emocionais.

Depressão não é falta do que fazer. Em termos populares, as pessoas são preguiçosas, destrambelhadas, esquisitas, cansativas, intensas, perigosas, mentirosas, esquecidas, desligada, indiferentes entre outros adjetivos, nós profissionais da saúde mental, muitas vezes, compreendemos que esses adjetivos vão além de um simples apontamento social.

Esta campanha vem justamente com a intenção de fazer a população pensar sobre, se questionar, refletir até onde esses adjetivos afetam seu comportamento suas relações sociais e consequentemente sua saúde.

Proponho refletirmos juntos sobre isso, o que você acha?

Agende sua entrevista preliminar gratuitamente (quantidade limitada), esse é um presente meu e da clínica Fares para você!

Dra. Raquell Figueiredo Melo

Psicóloga, Psicanalista e Membro do Corpo Clínico da Clínica Fares

CRP: 62.208.308.9