Você já ouviu falar sobre o exame Estudo Urodinâmico?
urodinamico-1024x1024.jpg

4 de janeiro de 2018 0

O que é o Estudo Urodinâmico?

É um exame que possibilita identificar problemas relacionados à micção, como: retenção urinária (dificuldade de urinar), incontinência urinária (perda de urina), urgência miccional (ao sentir vontade de urinar e não aguentar chegar até o banheiro), além de ser um exame pré-operatório para correções de distopia genitais (queda do útero, a famosa “bexiga arriada”ou “bexiga baixa”), pois pode identificar incontinência urinária oculta, que é a perda de urina que iria aparecer após a cirurgia e poderia ser identificado com a urodinâmica, para ser corrigido o problema no mesmo ato cirúrgico.

Qual médico realiza o exame?

Normalmente, Urologistas e Uroginecologistas.

Como é realizado?

É necessário introdução de duas pequenas sondas na uretra (canal por onde sai a urina). Por uma das sondas é introduzido soro fisiológico para encher a bexiga, enquanto a segunda sonda analisa no computador o comportamento da bexiga durante o enchimento e esvaziamento.

Além disso, é realizado a introdução de uma pequena sonda no início do reto (através do ânus), que registra as manobras de força e o grau da força, sendo possível analisar perdas urinárias aos esforços e o grau da perda, distúrbios na micção (se o paciente faz força ao urinar, se há alguma obstrução), além de outros fatores.

Todas essas informações são extremamente importante para esclarecer o quadro e decidir qual o melhor tratamento para o paciente com uma patologia urinária específica. O exame não dói e é bem tolerado pelos pacientes.

Qual o preparo necessário para realização do exame?

  1. Não pode estar com sintomas de infecção urinária ou menstruada;
  2. Consequentemente, é obrigatório levar no dia os exames de UROCULTURA + URINA 1 com data de até 1 mês do estudo, para excluir infecção urinária;
  3. Não é necessário suspender medicações de uso regular;
  4. Não é necessário estar em jejum. Pelo contrário, o paciente deve estar alimentado;
  5. É necessário estar com a bexiga cheia para realização da primeira parte do exame, uma média de 3 horas sem urinar.

Quais são os cuidados pós-exame?

A chance de infecção é muito pequena, acontece em menos de 1% dos pacientes. Para diminuir ainda mais essa chance, é recomendado tomar muita água após o exame.

É normal sentir ardência ao urinar e aumento da frequência urinária após o exame, que pode durar até 2 dias.

Se você tem retenção, incontinência ou outros distúrbios urinários, procure um Uroginecologista ou Urologista.

Dra. Monize Paes Leme

Ginecologista, Uroginecologista e Obstetra

Especialista em Ginecologia, Uroginecologia, Obstetra e Membro do Corpo Clínico da Clínica Fares

CRM 179152